Sem sugestões de pesquisa. Aperte TAB para acessar os mais buscados

Cliente Itaú mexe em seu notebook.

transfira seu empréstimo ou financiamento

Encontre taxas de juros mais atrativas no Itaú para seu crédito em andamento.

o que é a portabilidade de crédito?

A portabilidade de crédito é quando o cliente deseja transferir as suas operações em andamento de empréstimos ou financiamentos de uma instituição financeira para outra.

Dois homens se cumprimentando enquanto sorriem.

ainda não é cliente Itaú?

 

Abra sua conta sem sair de casa pelo app Abreconta e faça parte de todas as vantagens de ter uma conta no Itaú.

dúvidas frequentes

A portabilidade permite que os clientes que possuem operações de crédito, ou financiamento contratado, transfiram sua operação para outra instituição financeira diferente daquela em que a operação foi originalmente contratada. Os clientes podem, dessa forma, optar por taxas de juros mais atrativas e também optar pela troca de modalidade de crédito.

Qualquer pessoa física que tenha o interesse de buscar taxas de juros melhores para suas operações de crédito em outras instituições financeiras.

Com a portabilidade de crédito, o banco escolhido vai manter as mesmas condições do contrato original: saldo devedor, quantidade de parcelas a vencer e data de pagamento das parcelas. As únicas alterações que serão feitas com a portabilidade é a taxa de juros e, consequentemente, o valor das parcelas.

Para iniciar o processo de portabilidade, o cliente precisa ir até o banco em que fez o empréstimo ou financiamento e solicitar o DDC – Documento Descritivo de Crédito, que contém os dados abaixo:

-Número do contrato

-Saldo devedor atualizado

-Demonstrativo da evolução do saldo devedor

-Modalidade

-Taxa de juros anual, nominal e efetiva

-Prazo total e remanescente

-Sistema de pagamento

-Valor de cada prestação, especificando o valor do principal e dos encargos

-Data do último vencimento da operação

Com os dados em mãos, o cliente deverá levar tudo até o banco no qual quer fazer a portabilidade e seguir as orientações.

Não existe cobrança de tarifa de portabilidade.

Na operação de Crédito Imobiliário, ao realizar um financiamento novo ou trazer seu contrato para o Itaú através da portabilidade, há a necessidade de avaliarmos o seu imóvel e isso envolve a cobrança da tarifa de avaliação de bens dados em garantia.

O crédito com garantia de imóvel permite valores a partir de R$40 mil até R$ 3 milhões, limitando-se a 60% do valor da propriedade.

Sim. Você tem até quatro dias úteis depois do início do processo para pedir o cancelamento. No entanto, isso só pode ser feito se a instituição de destino ainda não tiver enviado o pagamento à instituição original.

A transferência de informações e recursos ocorrerá de forma automática, o cliente não precisará realizar nenhum trâmite entre as instituições financeiras e será informado quando a portabilidade estiver concluída. Durante o processo, ele poderá consultar o status do processo no banco destino.

Qualquer cliente pessoa física pode realizar a portabilidade de crédito de uma instituição financeira para outra.

Para saber mais, procure seu gerente, os canais de atendimento do Itaú (Capitais,  regiões metropolitanas e exterior: 55 11 4004-4828 ou  Demais localidades: 0800 970 4828) ou acesse a publicação da resolução no site do BACEN.

A partir do momento que o banco origem da operação de crédito receber a solicitação de portabilidade, ele tem até 4 dias úteis para avaliar e eventualmente ofertar uma contraproposta ao cliente. Caso o cliente aceite a nova proposta a solicitação de portabilidade para a Instituição de destino é cancelada e a operação de crédito continua ativa no banco origem. Caso o cliente recuse, no 5º dia útil a operação de crédito é portada.

Para alguns produtos, a funcionalidade de portar a operação de crédito de outros bancos para o Itaú está desabilitada.

Consulte o seu gerente ou os canais de atendimento do Itaú (Capitais, regiões metropolitanas e exterior: 55 11 4004-4828 ou Demais localidades: 0800 970 4828) para verificar qual produto você conseguirá portar.

As operações que podem ser portadas são as de: Crédito Pessoal (Crediário, Sob Medida, Saldo Parcelado, Credicomp), Crédito Consignado (Empresa Privada, Órgão Público e INSS), Cheque Especial, Financiamento de Veículos e Crédito Imobiliário.
Acesse sua conta por nossos canais digitais ou contate o seu gerente para verificar quais operações ativas você possui no Itaú.

A Resolução que trata da portabilidade de crédito é a nº 4.292, publicada pela CMN (Conselho Monetário Nacional) em 20/12/2013, todas as instituições financeiras integrantes do Sistema Financeiro Nacional aderiram ao sistema de portabilidade.

Para iniciar o processo de portabilidade, o cliente deve ir até a agência em que realizou o empréstimo ou através do Bankline e solicitar os dados do contrato:
I - número do contrato
II - saldo devedor atualizado
III - demonstrativo da evolução do saldo devedor
IV - modalidade
V - taxa de juros anual, nominal e efetiva
VI - prazo total e remanescente
VII - sistema de pagamento
VIII - valor de cada prestação, especificando o valor do principal e dos encargos
IX - data do último vencimento da operação

Com esses dados em mãos, o cliente deve solicitar a portabilidade diretamente no banco para o qual ele deseja ter seu contrato transferido.

A partir do dia 01/04/2020, devido a Resolução nº 4.762, publicada pelo CMN (Conselho Monetário Nacional), 27/12/2019, as operações de cheque especial (limite de crédito rotativo vinculado a conta de depósitos a vista) são objetos de portabilidade de crédito diversa da contratada com a instituição de origem.