cliente Itaú Empresas em uma reunião de trabalho usando computador em uma poltrona

investindo em CDB DI para empresas

Para empresas que buscam investir em produtos com rentabilidade atrelada à variação da taxa de juros. Aplicação de renda fixa, emitida pelo Itaú Unibanco, pós-fixada, cuja rentabilidade é determinada por um percentual (%) da taxa CDI definido no momento da aplicação. Esta rentabilidade é mantida durante todo o prazo da operação, inclusive em caso de eventuais resgates solicitados antecipadamente ao vencimento. Vale ressaltar que a incidência do Imposto de Renda ocorre apenas no momento do resgate ou no vencimento da operação.

confira as principais informações do CDB DI Itaú

A aplicação inicial é de R$ 1.000,00. O prazo de permanência mínimo é de 30 dias.

Prazo mínimo: 1 dia útil a partir da data de aplicação. Importante: resgates antecipados podem implicar em rentabilidade menor que a contratada ou até mesmo resgate de valor inferior ao aplicado.

O valor mínimo para resgate é a partir de R$100,00 (podendo sofrer pequenas variações, de acordo com as condições operacionais do dia).

O saldo remanescente é no mínimo de R$100,00 (podendo sofrer pequenas variações, de acordo com as condições operacionais do dia).

É possível realizar movimentações 24h por dia.

A tributação incidirá quando houver resgate do seu título. A alíquota (porcentagem) incidirá sobre os rendimentos do título e varia de acordo com o tempo que você deixou seu título investido.

Imposto de renda:
- Prazo de 1 até 180 dias: 22,5% de Alíquota
- Prazo de 181 até 360 dias: 20% de Alíquota
- Prazo de 361 até 720 dias: 17,5% de Alíquota
- Superior a 720 dias: 15% de Alíquota

Caso o resgate seja feito antes de 30 dias, além da cobrança do IR, haverá incidência de IOF, ambos sobre os rendimentos. O IOF só é aplicado quando ocorrer o resgate com menos de 30 dias da data da aplicação.

Os principais riscos relacionados ao CDB DI são:

Risco de crédito: é a possibilidade de o investidor não receber os pagamentos desse investimento, que está sujeito ao risco de crédito do emissor.

O FGC (Fundo Garantidor de Créditos) é uma associação civil, sem fins lucrativos, que garante créditos de instituições financeiras até o limite de R$ 250.000,00 (duzentos e cinquenta mil reais) por CPF e/ou CNPJ, por instituição financeira ou conglomerado. Esse limite por instituição financeira ou conglomerado, integra um teto global de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) por CPF e/ou CNPJ aplicável ao total dentre instituições financeiras ou  conglomerados, vinculado a um período de 4 anos. A contagem do período de 4 anos se inicia na data da liquidação ou intervenção da primeira instituição financeira onde o investidor detenha valores garantidos pelo FGC. O teto global para investidor vale para cada período de 4 anos, por CPF ou CNPJ. Após decorrido este prazo, o teto é restabelecido. Para os investimentos contratados ou repactuados até 21 de dezembro de 2017 não se aplica o teto global de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais). Investidores não-residentes também contam com a garantia do FGC.

Consultas, informações e transações, acesse itau.com.br ou ligue 4004 4828 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0800 970 4828 (demais localidades), todos os dias, 24 horas por dia ou procure sua agência. Reclamações, cancelamentos e informações gerais, ligue para o SAC: 0800 728 0728, todos os dias, 24 horas por dia. Se não ficar satisfeito com a solução apresentada, contate a Ouvidoria: 0800 570 0011, em dias úteis, das 9h às 18h. Deficiente auditivo/fala: 0800 722 1722, todos os dias, 24 horas por dia.

 

Esta instituição é aderente ao Código Anbima de regulação e melhores práticas para atividade de distribuição de produtos de investimento.

imagem do selo Ambima