cliente itaú utilizando seu computador

o que é COE?

O COE (Certificado de Operações Estruturadas) pode combinar elementos de renda fixa e renda variável em um único produto para obter e potencializar resultados em diferentes cenários econômicos, podendo contar com proteção total ou parcial do dinheiro aplicado.

como funciona o COE?

Cada COE tem suas características específicas e antes de investir, você já conhece os possíveis retornos nos diferentes cenários, o prazo para manter seu dinheiro aplicado e se há a possibilidade de resgates antecipados que ocorrerá de acordo com as condições de mercado vigentes.

Jovem com expressão séria utilizando seu computador em ambiente iluminado
Cliente Itaú escrevendo em post its colados no vidro

quais os tipos de remuneração?

A remuneração do COE pode estar ligada ao desempenho de diversos ativos, valores mobiliários, índices ou taxas, como dólar, bolsa (Ibovespa), juros (CDI) e inflação (IPCA).

COE pela Itaú Corretora

Alguns COEs estão disponíveis somente pela Itaú Corretora.

correntista

Se você já é correntista Itaú, basta completar suas informações.

não correntista

Se você não é correntista Itaú, faça seu cadastro na Itaú Corretora.

dúvidas frequentes

Os rendimentos auferidos com o COE estão sujeiros à tributação de IR na fonte de acordo com a tabela regressiva pelo tempo de aplicação financeira:

Tempo investido                         Alíquota

Até 180 dias                                    22,5%

De 181 dias até 360 dias               20%

De 361 dias até 720 dias               17,5%

Mais do que 720 dias                     15%

Por se tratar de investimento estruturado, com rentabilidade vinculada ao seu lastro (que pode ser uma taxa, índice, ativo ou valor mobiliário), cada um com riscos específicos, você deve verificar se o investimento no COE específico é adequado ao seu perfil de investidor, de acordo com a classificação de risco do COE indicado em seu material técnico.

O COE pode não ser recomendável a investidores com perfil conservador, especialmente nos casos em que se tratar de uma aplicação com possibilidade de perda de parte do capital investido. Por isso, é importante você conversar com seu(ua) gerente antes de investir.

Há diversos fatores de riscos no COE, podendo os riscos variarem de acordo com o lastro de cada COE. Por isso, é importante a leitura do Documento de Informações Essenciais (DIE) de cada COE, para ter acesso aos riscos aplicáveis ao investimento. De qualquer forma, a aquisição de qualquer COE pode implicar nos seguintes riscos:

(i) Risco de crédito do emissor. Se você investiu no COE em que o Itaú é o emissor, seu investimento terá o risco de crédito do Itaú. O risco de crédito do emissor é a possibilidade do emissor que você investiu não cumprir com suas obrigações. O COE não conta com a proteção do FGC (Fundo Garantidor de Crédito).

(ii) risco de mercado: os valores de liquidação do COE dependem dos valores de seus lastros. Dessa forma, o COE é um investimento que apresenta risco de mercado. Oscilações nos valores de seu lastro podem impactar o COE de forma adversa; e

(iii) risco de liquidez: o COE pode não prever a possibilidade de resgate antecipado e, mesmo se existir a possibilidade, o resgate ocorrerá de acordo com as condições de mercado vigentes, sem a garantia dos resultados descritos. Adicionalmente, considerando que o COE é um novo ativo financeiro no mercado brasileiro, ainda não há um mercado secundário desenvolvido para sua negociação, o que resulta em baixa liquidez desse tipo de investimento[RGGH1] .

Antes de fazer qualquer aplicação, sempre pense no prazo em que seu dinheiro ficará aplicado, o valor investido, a rentabilidade e, principalmente, se você está disposto a arriscar parte do dinheiro investido em alguns casos, em troca de rentabilidades potencialmente maiores. Em investimentos com prazo de vencimento, se certifique, antes de aplicar, de que você tem outras aplicações ou recursos disponíveis se precisar de liquidez imediata.

 

Esta página traz informações gerais sobre o produto COE, não se tratando de material de divulgação ou distribuição de COEs específicos. Antes de investir em qualquer COE é importante ler o seu Documento de Informações Essencias.

 

Esta instituição é aderente ao Código Anbima de regulação e melhores práticas para atividade de distribuição de produtos de investimento.