Equilibrar o meu orçamento



Quando cuida do seu dinheiro, você escolhe os rumos da sua vida.

Quais são os seus planos? O que é prioridade para você?


Pare e pense sobre os seus objetivos. Cuidar bem do dinheiro faz a diferença entre somente sonhar e, de fato, colocar em prática os planos que você tem para sua vida.


O planejamento pode parecer um bicho de sete cabeças, mas a gente tá aqui para ajudar a mostrar que isso não é verdade.

Fotografia de uma mulher deitada em um sofá mexendo no celular.

Você sabe quanto ganha? E o quanto gasta – e principalmente com quê gasta?

Faça uma planilha, ou até mesmo no papel, duas listas, uma ao lado da outra. Anote à esquerda quanto ganha por mês. À direita, liste as despesas que já sabe que terá até o fim desse  período – água, luz, telefone etc. 


Some os ganhos e anote o resultado no fim da lista. Faça o mesmo com os gastos.
Compare os ganhos e os gastos.  Dessa forma você saberá quanto ainda poderá gastar até o final do mês.

Para saber como as coisas realmente estão indo ao longo do mês, anote tudo que gastar ou ganhar. No fim do mês, feche as contas: some todos os gastos e todos os ganhos e compare os valores.


Se sobrar dinheiro
Ótimo! Você pode escolher o que vai fazer com ele.
O ideal é guardar uma parte e aproveitar a outra como quiser.


Se der empate
Fique feliz por ter as contas em dia. Mas lembre que é importante guardar dinheiro para algum imprevisto.
Procure reduzir despesas que não melhoram a sua qualidade de vida.


Se faltar dinheiro
Nesse caso é preciso fazer um ajuste no orçamento. Além de reduzir as despesas considere alternativas para aumentar seus ganhos.


Encontre a melhor maneira de fazer esse acompanhamento ao longo dos meses. Assim você terá uma melhor perspectiva para projetar seus sonhos e garantir a realização dos seus objetivos.

Mês a mês, guarde um valor para a realização de planos futuros. Escolha entre o que é mais urgente e o que é mais importante. Lembre-se que, quanto mais tempo para realizar, maior a possibilidade de contar com entradas extras, como o 13º salário, por exemplo.

Existem diferentes alternativas para manter o acompanhamento, colocar tudo na ponta do lápis, é apenas uma delas. 

Uma dica é: no dia que receber o salário, estabelecer uma meta para cada um dos seus gastos, e acompanhar se o que foi planejado foi cumprido, para assim fazer os ajustes necessários no próximo mês.

Esse acompanhamento pode ser feito de diferentes formas: anotar seus gastos no celular, ou até mesmo anotar em um papel, acompanhar o extrato, usar um aplicativo, planilha ou ainda optar por receber um sms a cada gasto realizado.

O importante é ter uma dinâmica que funcione para você ;-)