Nova regra do crédito rotativo


Entenda a nova regra do pagamento mínimo (rotativo) e as opções de pagamento da fatura do seu cartão de crédito que entram em vigor dia três de abril.


Como funciona hoje?

Você pode pagar o mínimo (rotativo) todos os meses, e o saldo devedor é financiado até o próximo mês, mas essa situação pode levar à perda do controle financeiro.

Importante. Se você já paga o valor total ou costuma parcelar sua fatura, fique tranquilo, pois nada muda para você.


Entenda como vai funcionar:

Como fica a fatura em abril

Com a mudança da regra haverá a inclusão de uma nova opção de pagamento na sua fatura (entrada para financiamento), que neste primeiro mês não estará disponível.

Exemplo de uma fatura:

Opção Pagamento Fatura 1 Rotativo Person

Fatura em maio

Veja as opções de pagamento que estarão disponíveis:

Opção Pagamento Fatura 2 Rotativo Person
Pagamento Total. Pagando o valor total de R$ 461,36 você quita todos os débitos do mês. Essa é a melhor opção, pois evita juros nas outras faturas.

Essa é a melhor opção, pois evita a cobrança de juros nas próximas faturas. Esse valor é composto pelo saldo devedor (R$ 240,00) + encargos (R$ 21,36) + gastos do mês (R$ 200,00, por exemplo).

Pagamento mínimo. Pagando o mínimo de R$ 273,20, você fica com o saldo devedor de R$ 188,16 para a fatura de junho. No próximo mês haverá o pagamento dos encargos, as novas compras que realizar, e o saldo devedor irá compor o mínimo. Você não poderá continuar no rotativo com este mesmo valor.

Você pode escolher essa opção, mas com a nova regra esse valor ficará mais alto, pois será composto pelo saldo devedor da fatura anterior (R$ 240,00) + encargos do mês (R$ 21,36) + pagamento mínimo dos gastos do mês (R$ 30,00).

Parcelamento. Você pode pagar o saldo total em 24x fixas de R$ 43,45, com taxa de juros menor que a do pagamento mínimo. É bom saber que é necessário pagar o valor exato da parcela até a data do vencimento.

Nessa opção você pode pagar o saldo total da fatura em até 24x fixas com taxa de juros menor que a do pagamento mínimo (rotativo). Escolha no verso da fatura outras opções de parcerias que caibam no seu bolso. Mas atenção: é necessário pagar o valor exato da parcela até a data do vencimento.

Entrada para financiamento. Se você tiver disponível apenas R$ 150,00 (valor entre R$ 43,46 e R$ 273,19), este valor pode servir como entrada para financiamento e o restante pode ser parcelado em 12x fixas, com taxa de juros igual à do parcelamento (C).

Quando disponível, você pode pagar qualquer valor entre R$ 43,46 e R$ 291,35, esse valor será considerado como entrada para o financiamento. O saldo restante será dividido em 12 parcelas fixas com taxa de juros igual à do parcelamento (C).

Ao escolher uma das opções de pagamento, todos os clientes continuam usando o Itaú Personnalité normalmente e sem risco de bloqueio, pois não ficaram em atraso


O que muda com a nova regra?

O saldo devedor

não poderá ficar no rotativo por mais de um mês.

Na próxima fatura

esse saldo passará a compor o pagamento mínimo.

Você terá opções

de parcelamento com taxas reduzidas.