Itaú BBA - Produção industrial cresce menos que o esperado em fevereiro

Semana em Revista

< Voltar

Produção industrial cresce menos que o esperado em fevereiro

Abril 6, 2018

A produção industrial subiu 0,2% em fevereiro, após ajuste sazonal, resultado abaixo das expectativas

Produção industrial sobe 0,2% em fevereiro, abaixo das expectativas

Setor de veículos segue em tendência de recuperação

Forte superávit comercial no primeiro trimestre de 2018

EUA: Criação de empregos formais abaixo das expectativas em março

Produção industrial abaixo das expectativas
 

A produção industrial subiu 0,2% em fevereiro, após ajuste sazonal. Em relação ao mesmo mês de 2017, houve alta de 2,8%, ante avanço de 5,8% no mês anterior (Gráfico 1). O resultado veio abaixo da mediana das expectativas, e foi influenciado pelo recuo na indústria extrativa (queda de 5,2% dessazonalizada) e pela produção de produtos farmacêuticos (queda de 8,1%). Importante notar que o recuo na indústria extrativa é mais associado a questões operacionais e menos vinculada à demanda doméstica, enquanto que a produção de produtos farmacêuticos é um componente tipicamente volátil da produção industrial.
 

Os primeiros indicadores coincidentes (confiança da indústria, utilização da capacidade instalada, dados semanais de comércio exterior e consumo de energia, prévias do setor de automóveis, entre outros) sinalizam alta mensal dessazonalizada de 0,6% da produção industrial em março (crescimento de 3,3% na comparação anual).

Setor de veículos segue em tendência de recuperação

De acordo com a Anfavea, a produção de veículos atingiu 267,5 mil em março (Gráfico 2), uma alta de 0,5%, após ajuste sazonal. Em comparação ao mesmo período do ano anterior, a produção de veículos subiu 13,5%. A principal contribuição para o resultado no mês se deve ao crescimento mais forte na produção de caminhões e ônibus (alta de 21,4% após ajuste sazonal), enquanto que o crescimento da produção de veículos leves se manteve estável em termos dessazonalizados. Do lado das vendas, os números também seguiram em ritmo de melhora. De acordo com a Fenabrave, foram vendidos 207 mil veículos em março, uma alta de 4,9%, após ajuste sazonal. Em comparação ao mesmo mês do ano anterior, as vendas de veículos mantiveram o patamar de crescimento de 9,7%. Em linhas gerais, os números produção e vendas de veículos apresentaram resultados robustos em março, reforçando a tendência de recuperação do setor observada desde o final de 2016.

Forte superávit comercial no primeiro trimestre de 2018

O superávit comercial em março alcançou US$ 6,3 bilhões, ligeiramente abaixo das expectativas de mercado. Acumulado em doze meses, o resultado comercial ficou praticamente estável em US$ 67 bi de superávit (Gráfico 3), mas a média móvel trimestral dessazonalizada e anualizada avançou para US$ 75 bi (ante US$ 70 bi) refletindo as exportações mais fortes no primeiro trimestre do ano. As exportações somaram US$ 20,1 bi, um recuo de 2,4% frente ao mês anterior (com ajuste sazonal). Já as importações somaram US$ 13,8 bi, recuando 2,3% frente ao mês anterior. Em relação a março de 2017, as exportações avançaram 9,6% e as importações, 16,9%. Os dados de março mostraram que o superávit comercial seguiu em patamar elevado no primeiro trimestre, em função especialmente das vendas de manufaturados e petróleo. Mantemos a nossa visão de superávits comerciais menores do que em 2017 ao longo dos próximos anos, em função da retomada da atividade, ainda que o resultado do início do ano coloque um ligeiro viés de alta na nossa projeção em função das exportações mais elevadas.

Juiz determina que ex-presidente Lula se apresente à Polícia Federal

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) enviou ontem à tarde ofício ao juiz Sergio Moro em que autoriza a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ainda nesta semana, por 6 votos a 5, o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou o pedido de habeas corpus preventivo da defesa do ex-presidente Lula, que buscava impedir a execução provisória da pena diante da confirmação pelo TRF-4 de sua condenação pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

EUA: Criação de empregos formais abaixo das expectativas em março

Nos EUA, foram criados 103 mil empregos formais em março, resultado abaixo das expectativas de mercado (185 mil). Apesar do resultado, a média móvel de 3 meses permanece acima de 200 mil, um patamar bastante elevado (Gráfico 4). O índice de desemprego ficou estável em 4,1%, ainda em níveis baixos. A variação em 12 meses do salário por hora trabalhada foi de 2,7%, em linha com o esperado, indicando que as pressões inflacionárias permanecem controladas, permitindo que o Fed, Banco Central americano, realize aumentos graduais na taxa de juros.

Destaques da próxima semana 

No Brasil, o IBGE deve divulgar a inflação do IPCA de março na terça-feira, e os dados de vendas no varejo de fevereiro na quinta-feira.

Do lado internacional, destaque para a inflação ao consumidor da economia americana e a divulgação da ata da última reunião de política monetária do Fed (ambos na quarta-feira). Na quinta-feira, os dados de produção industrial de fevereiro da Zona do Euro serão divulgados.



< Voltar