Itaú BBA - Atividade perde ímpeto

Revisão de Cenário Brasil

< Voltar

Atividade perde ímpeto

Maio 13, 2019

Reduzimos as projeções de crescimento em 2019 e 2020. Também acreditamos que há espaço para cortes de juros, condicional à reforma da previdência.


Para o relatório completo com gráficos e tabelas, favor acessar o pdf em anexo.

 

• Reduzimos as projeções de crescimento em 2019 (de 1,3% para 1,0%) e 2020 (de 2,5% para 2,0%). A evolução recente da atividade reforça nossa visão de que o ajuste fiscal e a redução de subsídios creditícios têm contribuído para uma queda da taxa de juros neutra.

• Revisamos nossa estimativa de déficit primário para 2019 de 1,5% para 0,8% do PIB, após incluir a receita extraordinária esperada com o leilão da cessão onerosa. Para 2020, pioramos nossa estimativa de 1,0% para 1,1% do PIB. O cenário é estritamente dependente da aprovação da reforma da Previdência, cujo impacto em termos fiscais deve ser entre 50% e 75% da proposta enviada pelo governo.

• Mantivemos a nossa projeção de taxa de câmbio para 3,80 reais por dólar no fim de 2019 e 3,90 reais por dólar em 2020.

• Mantemos nossa projeção de inflação em 3,6% neste ano e no próximo.

• Política monetária: acreditamos que a fraqueza da atividade e a inflação baixa devem abrir espaço para novos cortes, mas este cenário continua sendo condicional à aprovação da reforma da Previdência. 


 

Para o relatório completo com gráficos e tabelas, favor acessar o pdf em anexo.



< Voltar