Itaú BBA - Monitor global de política monetária
  • Monitor de política monetária global_Out18  

    O número de bancos centrais apertando a política monetária cresceu, incluindo aumentos de juros nos EUA, Argentina e Turquia

  • Monitor de política monetária global_Setembro 18  

    O número de bancos centrais apertando a política monetária aumentou expressivamente, reiterando a tendência mundial de menores estímulos observada desde abril

  • Monitor de política monetária global_ Agosto 2018  

    Em julho, houve decisão de política monetária em 19 dos 33 países monitorados, com aumento de juros no Canadá e adição de estímulos na China.

  • Monitor de política monetária global_ Julho 2018  

    O número de bancos centrais apertando a política monetária em junho reiterou a tendência de menos estímulos observada desde abril

  • Monitor de política monetária global_ Junho 2018  

    Em meio a volatilidade e pressões sobre mercados emergentes, o mês de maio foi marcado por reuniões extraordinárias de política monetária

  • Monitor de política monetária global_ Maio 2018  

    Em abril, houve corte de juros na Colômbia e alta na Argentina e Turquia.

  • Monitor de política monetária global_ Abril 2018  

    Em março, houve corte de juros no Brasil, Peru, Rússia e África do Sul, e alta de juros nos Estados Unidos.

  • BCs voltam a retirar estímulos  

    O número de BCs subindo juros foi maior que o de BCs cortando, mantendo a tendência de redução de estímulos observada desde o fim de 2017.

  • Países da América Latina voltam a cortar juros em janeiro  

    Em janeiro, o número de BCs subindo juros voltou a ser menor que o número de BCs que cortaram juros.

  • Menos estímulos monetários no final de 2017  

    Número de bancos centrais subindo juros foi maior que aqueles que cortaram juros em dezembro, pela segunda vez consecutiva.

  • Mais bancos centrais apertam a política montária  

    Pela primeira vez desde fevereiro de 2016, o número de bancos centrais subindo juros foi maior que aqueles cortando.

  • Emergentes seguem cortando juros (exceto Argentina)  

    Houve decisão de política monetária em 20 dos 33 países que monitoramos, com reduções de taxas juros em 3 economias emergentes

  • Cortes de juros menos disseminados na América Latina  

    Na América Latina, as taxas de câmbio bem-comportadas e a capacidade ociosa ainda deixam espaço para flexibilização monetária.

  • Novos cortes de juros na América Latina à frente  

    Taxas de câmbio bem-comportadas e a capacidade ociosa deixam espaço para flexibilização monetária adicional na maioria dos países da região.

  • Cortes de juros continuam na América Latina  

    Na América Latina, ainda há espaço para cortes de juros na maior parte dos países sob nossa cobertura.

  • Política monetária mais flexível na América Latina  

    O número de bancos centrais cortando a taxa de juros voltou a ser igual àqueles subindo a taxa de juros.

  • Viés expansionista se mantem em economias emergentes  

    Brasil, Chile, Colômbia e Peru cortaram os juros, enquanto o México realizou mais uma alta.

  • Trajetória de juros divergem na América Latina  

    Em abril, houve decisão de política monetária em 19 dos 33 países monitorados.

  • México e América do Sul em trajetórias divergentes  

    Em março, houve decisão de política monetária em 26 dos 33 países que monitoramos

  • Menor diferencial de juros entre os EUA e a América do Sul  

    Esperamos que o processo de flexibilização monetária continue na América do Sul e que o Fed eleve os juros em março.

  • Juros menores na América do Sul  

    Esperamos que o processo de flexibilização monetária continue na América do Sul.

  • Juros em queda na América do Sul  

    Apesar da perspectiva de juros altos nos EUA, muitos países da região estão reduzindo juros.

  • Flexibilização monetária na América Latina encontra um ambiente mais desafiador  

    Em novembro, houve decisão de política monetária em 18 dos 33 países que acompanhamos.

  • Poucos movimentos em outubro, ainda expansionistas  

    Em outubro, houve decisão de política monetária em 17 dos 33 países que acompanhamos e a tendência global segue expansionista.

  • BCs de economias avançadas mantém estímulos em setembro  

    Em setembro, os bancos centrais dos EUA, Japão e da Europa mantiveram os estímulos monetários.

  • Viés global expansionista, mas Fed deve subir juros ainda em 2016  

    Em agosto, houve decisão de política monetária em 19 dos 33 países que acompanhamos, tendência global continuou expansionista.

  • Estímulos menores do que esperado  

    Viés global segue expansionista, Latam mais neutro.

  • Viés expansionista continua, mas não na América Latina  

    O destaque foram os discursos mais expansionistas dos principais bancos centrais globais após o Brexit.

  • Viés global segue expansionista  

    Em maio, houve decisão de política monetária em 19 dos 31 países que acompanhamos.

  • Viés global ainda expansionista, mas se estabilizando  

    As condições financeiras para a América Latina continuam favoráveis.

  • Novos estímulos  

    O viés mais expansionista da política monetária global continua. Esse ambiente gerou um ambiente favorável para América Latina.

  • Viés global expansionista, América Latina ainda na contramão  

    A política monetária global vem se tornando mais expansionista desde o início do ano, a América Latina segue na contramão dessa tendência.

  • BCs de países avançados reagem às incertezas globais  

    O destaque foi a reação (provavelmente coordenada) de bancos centrais de países avançados às incertezas sobre o crescimento global.

  • Divergência entre os desenvolvidos, menos estímulo na América Latina  

    O destaque foi a divergência entre o aumento dos juros nos EUA e os estímulos adicionais na zona do euro

  • Pouca atividade em novembro, grandes expectativas para dezembro  

    Em novembro, somente dois países alteraram as condições monetárias. Em dezembro, o foco se voltará para a divergência entre os EUA e da Europa.

  • China e Latam em direções opostas  

    Na América Latina, houve aumento de 0,25% no Chile, enquanto Colômbia suprendeu ao elevar a taxa de juros em 0,50%.

  • BCs da América Latina reagem à inflação elevada  

    A depreciação da taxa de câmbio vêm pressionando a inflação na América Latina, preocupando seus bancos centrais.

  • Bancos centrais em compasso de espera, exceto China  

    Em meio à turbulência nos mercados locais, o Banco Central chinês reduziu juros e a taxa dos depósitos compulsórios

  • Maioria dos movimentos ainda do lado expansionista  

    Cinco bancos centrais cortaram juros. Do lado contracionista está novamente Brasil - que sinalizou claramente o fim do ciclo - e, agora, a África do Sul.

  • B sobe, RICs cortam  

    Em junho, voltamos a observar um aumento no número de bancos centrais que forneceram estímulos monetários adicionais

  • Poucos movimentos em maio, ainda expansionistas  

    Em maio, houve decisão de política monetária em 17 que acompanhamos. Apenas dois fizeram mudanças.

  • Maioria expansionista, Latam não  

    Como nos meses anteriores, a maioria dos movimentos foi no sentido expansionista.

  • Tendência segue expansionista, menos no Brasil  

    Sete bancos centrais cortaram juros. Em cinco casos o corte foi maior do que esperado.

  • Tendência expansionista continuou em fevereiro  

    Seis bancos centrais cortaram juros sendo que quatro surpreenderam as expectativas de mercado.

  • BCs aliviam, Brasil na contra mão  

    Em janeiro houve decisão de política monetária em 23 países.

  • Pouco movimento em geral, com exceção da Rússia  

    Em dezembro houve decisão de política monetária em 25 países (ou regiões, no caso de zona do euro e Reino Unido) que acompanhamos.

  • Juros estáveis em novembro, com exceção da China (para baixo) e Indonésia (para cima).  

    Em novembro houve decisão de política monetária em 22 países que acompanhamos.

  • Surpresas em ambas as direções  

    Em outubro, houve decisão de política monetária em 22 países (ou regiões, no caso de zona do euro e Reino Unido) que acompanhamos.

  • Movimentos com viés expansionista em Setembro  

    Em setembro, houve decisão de política monetária em 27 dos países (ou regiões) que acompanhamos.

  • Poucas surpresas em agosto  

    Em agosto, houve decisão de política monetária em 13 dos países que acompanhamos.

  • Mão dupla na política monetária global  

    Normalmente, movimentos de política monetária no mundo têm direção comum

  • Mais países cortam juros, México foi a surpresa  

    Em junho, houve decisão de política monetária em 23 países que acompanhamos

  • Brasil interrompe alta de juros, Turquia surpreende com corte.  

    Em maio houve decisão de política monetária em 18 países que acompanhamos.

  • Colômbia surpreende subindo os juros  

    Em abril houve decisão de política monetária em 20 países que acompanhamos, sendo que quatro deles alteraram suas taxas básicas de juros.

  • Bancos Centrais mantém o passo  

    Entre março e início de abril, houve decisão de política monetária em 25 dos 27 países

  • Poucas alterações, em geral do lado expansionista  

    Em fevereiro houve decisão de política monetária em 20 países que acompanhamos.

  • Turbulência pressiona Bancos Centrais Emergentes  

    Em janeiro houve decisão de política monetária em 16 países que acompanhamos.

  • Bancos centrais em compasso de espera  

    Em dezembro houve decisão de política monetária em 19 países que acompanhamos, dos quais apenas dois alteraram sua taxa de juros de referência.

  • Brasil e Indonésia são exceções  

    Em Novembro houve decisão de política monetária em 16 países que acompanhamos, dos quais seis alteraram sua taxa básica de juros.

  • Divergência na política monetária dos emergentes  

    Em outubro houve decisão de política monetária em 20 dos 24 países que acompanhamos.


      < Voltar