Itaú BBA - Reforma da Previdência item a item: impactos e diluições

Macro Visão

< Voltar

Reforma da Previdência item a item: impactos e diluições

Abril 24, 2019

Reforma é fundamental para reequilíbrio fiscal

Para o relatório completo com gráficos e tabelas, favor acessar o pdf em anexo.
 

A reforma da Previdência, como proposta ao Congresso Nacional, implica em uma economia de cerca de R$ 1,0 trilhão em 10 anos ou de um resultado primário em torno de 2,5 p.p. mais elevado em 2027, na comparação ao cenário sem reformas. Mesmo se aprovada sem alterações, a reforma não é suficiente para o setor público voltar a registrar superávits primários. Assim, eventuais diluições no seu conteúdo implicam na necessidade de um esforço ainda mais significativo para o reequilíbrio fiscal, dificultando o retorno a um maior crescimento econômico e a manutenção de taxas de juros em níveis historicamente baixos.

Estimamos o impacto item a item da proposta de reforma e de eventuais diluições na proposta, em particular, das 3 regras de transição para a idade mínima de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres, a principal medida em termos de economia da reforma. 

Esperamos que uma reforma seja aprovada com impacto fiscal de 50% a 75% em relação ao texto enviado pelo governo, ou seja, com uma economia entre R$ 540 e R$ 810 bilhões em 10 anos e um resultado primário entre 1,4 p.p. e 1,9 p.p. do PIB mais elevado em 2027, após a retirada de mudanças na aposentadoria rural, no benefício assistencial do BPC e no tempo de contribuição mínimo, além de alterações nas regras de transição. 


Pedro Schneider
 

Para o relatório completo com gráficos e tabelas, favor acessar o pdf em anexo.



< Voltar