Itaú BBA - Macro Visão
  • Quais serão os principais determinantes do real doravante?  

    A perspectiva de crescimento maior pode gerar um fluxo de capitais capaz de compensar, pelo menos em parte, o impacto dos juros menores.

  • Investimento privado em infraestrutura será motor de crescimento no Brasil?  

    Nossa análise indica que podemos contar com algum impulso positivo para a atividade econômica em 2021/22.

  • Porque manter e como cumprir o teto para os gastos públicos  

    Manter o teto de gastos é fundamental

  • A política fiscal no pós-Previdência  

    Desafio fiscal é de 3,6 p.p. do PIB

  • Um novo olhar para a produtividade da economia brasileira  

    Estimamos crescimento do PIB potencial entre 1,5% e 2,0% ao longo dos próximos anos.

  • Brasil Macro Visual_Agosto 2019  

    Guerra comercial deve levar países ao redor do mundo a reagir à fraqueza econômica, com cortes de juros à frente – incluindo no Brasil.

  • O canal de juros parou de funcionar?  

    Vemos evidência de que a potência da política monetária aumentou significativamente nos últimos anos.

  • Projetamos contração do PIB no 1T19  

    Projetamos contração de 0,2% do PIB no primeiro trimestre de 2019 ante o quarto trimestre de 2018

  • Brasil Macro Visual_Abril 2019  

    Revisamos nossas projeções de crescimento e taxa Selic para 2019 e 2020.

  • Reforma da Previdência item a item: impactos e diluições  

    Reforma é fundamental para reequilíbrio fiscal

  • Brasil: Queda da confiança do empresário indica risco de arrefecimento da atividade  

    Confiança do empresário possui elevada correlação com o ritmo de criação de emprego formal.

  • Como tornar o Brasil mais competitivo?  

    Em uma agenda de competitividade, identificamos simplificação tributária e redução da burocracia frentes prioritárias

  • Alta da inflação de serviços: ruído ou sinal?  

    Avaliamos que a alta recente dos serviços seja um ruído e não um sinal de que a inflação de serviços deve continuar acelerando adiante

  • Brasil Macro Visual - Fevereiro 2019  

    Revisamos nossa expectativa de crescimento do PIB, inflação e câmbio para 2019

  • Brasil: a política fiscal em 2019  

    Reformar a Previdência é o principal desafio do novo governo

  • Brasil Macro Visual - Dezembro 2018  

    Atividade ainda lenta, mas confiança mostra melhora. Revisamos nossa projeção de inflação, refletindo queda de preços de energia e combustíveis

  • Brasil: juros baixos são a nova realidade?  

    Estimamos que o juro real neutro esteja ao redor de 2,5% a 3%.

  • Uma contribuição para o debate sobre as reservas internacionais  

    As reservas internacionais são um seguro importante, mas a sua manutenção tem custos, levantando dúvidas sobre o seu nível adequado.

  • Brasil Macro Visual_Novembro 2018  

    Revisamos nossa projeção de PIB, inflação, câmbio e juros para 2018 e 2019.

  • Monitor Semanal das Eleições – Os desafios do novo presidente  

    Resumimos as principais medidas econômicas em pauta para o próximo governo, bem como o número de parlamentares necessários para aprovações

  • Monitor Semanal das Eleições – As propostas do próximo presidente  

    Resumimos, as principais propostas econômicas dos presidenciáveis, considerando textos oficiais dos partidos, entrevistas, e falas de assessores econômicos

  • Monitor Semanal das Eleições – O retrato das eleições estaduais  

    Detalhamos os resultados do primeiro turno e das pesquisas de segundo turno, quando disponíveis, para as eleições de governadores de cada estado brasileiro

  • Brasil Macro Visual_Outubro2018  

    Revisamos nossa projeção de inflação para 2018 e 2019; arrecadação federal em alta, apesar da atividade fraca; real acumulando ganhos no mês

  • Monitor Semanal das Eleições – O que esperar para o segundo turno?  

    Calculamos a taxa de transferência de outros candidatos necessária para que Haddad e Bolsonaro possam vencer no segundo turno

  • Monitor Semanal das Eleições – Está muito cedo para analisar pesquisas de 2º turno?  

    É recorrente o argumento de que ainda é cedo para analisar cenários de segundo turno. O que dizem as eleições passadas?

  • Monitor Semanal das Eleições – Rejeição e percentual de votos no 1° turno ajudam a prever 2° turno  

    Os votos no primeiro turno e a taxa de rejeição dos candidatos ajudam a prever o resultado do segundo turno

  • Monitor Semanal das Eleições – Um retrato do aumento das intenções de voto de Bolsonaro e Haddad  

    Analisamos o crescimento das intenções de voto de Jair Bolsonaro e Fernando Haddad de acordo com os perfis de seus eleitores. Veja abaixo.

  • Brasil Macro Visual - Setembro 2018  

    PIB mais fraco que as expectativas, mas arrecadação federal segue em alta; Real com forte depreciação em agosto e setembro

  • Monitor Semanal das Eleições – Analisando a distribuição dos votos em branco, nulos e indecisos  

    Quais dos candidatos têm maior potencial para absorver o enorme contingente de votos em branco, nulos e indecisos?

  • Monitor Semanal das Eleições – Votos espontâneos e suas implicações  

    Como os votos espontâneos variam ao longo do período eleitoral?

  • Monitor Semanal das Eleições – Migração e transferência de votos entre o eleitorado brasileiro  

    Se o PT decidir seguir nas eleições com um substituto a Lula, quantos eleitores irão transferir seus votos até o dia de votação?

  • A crise na Turquia e seu impacto na América Latina  

    Economia turca deve desacelerar sem mudança de política, mas efeito sobre emergentes é limitado

  • Monitor Semanal das Eleições – Quais são as propostas econômicas dos candidatos?  

    Apresentamos uma tabela que resume as principais propostas

  • Monitor Semanal das Eleições – Como evoluem as intenções de voto na reta final da eleição?  

    Analisamos como as intenções de voto evoluíram ao longo das eleições passadas, desde cinco semanas antes até o primeiro turno das eleições

  • Monitor Semanal das Eleições – Como será a propaganda partidária na TV nesta eleição?  

    Pesquisa da CNI / Ibope mostra que 62% dos entrevistados utilizarão a televisão para obter informações sobre os candidatos

  • Monitor Semanal das Eleições – Economista ligado ao PT questiona eficácia da reforma da previdência  

    Ele afirmou que é um equívoco dizer que a reforma da Previdência resolveria a questão fiscal

  • Monitor Semanal das Eleições – “Centrão” se aproxima de acordo com Geraldo Alckmin  

    Segundo notícias veiculadas pela grande mídia, membros do “centrão” comunicaram a intenção de fechar apoio a Geraldo Alckmin

  • Monitor Semanal das Eleições – Taxas de rejeição de Ibope e Datafolha convergem  

    Com a mudança na metodologia, a incerteza sobre o nível de taxa de rejeição de cada pré-candidato foi reduzida.

  • Monitor Semanal das Eleições – Quem terá o apoio do “centrão”?  

    Esta é uma decisão importante, pois estes partidos somados terão cerca de 18% do tempo disponível para propaganda em rádio e TV

  • Monitor Semanal das Eleições – Ibope indica alto percentual de votos brancos, nulos e indecisos  

    A pesquisa indicou uma maior incerteza eleitoral, com percentual mais alto de brancos, nulos e indecisos do que em pesquisas anteriores de outros institutos

  • Rumo às oitavas de final: atualizando nossas projeções  

    Atualizando nosso modelo, atribuímos 36% de probabilidade de vitória para o Brasil, seguido por Inglaterra e Bélgica, ambos com 10%.

  • Monitor Semanal das Eleições – Assessor de Bolsonaro defende regime de capitalização da Previdência  

    Paulo Guedes defendeu um novo regime de capitalização da Previdência e uma reforma do Estado

  • O quão indefinida está a eleição presidencial de 2018?  

    Construímos um índice de indefinição eleitoral e verificamos que a eleição de 2018 é, até este momento, a mais indefinida desde 1989.

  • Em qual nível o real vai se estabilizar?  

    No longo prazo, o câmbio depende da quantidade de recursos externos disponíveis para financiar o déficit em conta corrente

  • Monitor Semanal das Eleições – Assessores de Marina Silva (REDE) defendem equilíbrio fiscal, mas são  

    Eles enfatizaram que o grau de urgência fiscal aumentou, mas evitaram visões “excessivamente fiscalistas”.

  • Copa do Mundo FIFA Rússia 2018™: quem tem mais chances de ganhar?  

    Brasil tem a maior chance de vitória, seguido por Alemanha e Argentina.

  • Monitor Semanal das Eleições – Como está o desempenho regional dos principais candidatos?  

    Os principais candidatos têm intenções de voto mais baixas hoje do que em eleições passadas na maioria dos estados.

  • Índice Itaú de Surpresa Inflacionária - Inflação continua surpreendendo para baixo na América Latina  

    As principais contribuições para baixo no mês vieram da dinâmica de preços no Brasil e no México

  • Índice Itaú de Surpresa de Atividade - Brasil lidera surpresa negativa na América Latina  

    O Índice Itaú de Surpresa de Atividade do Brasil caiu mais uma vez

  • Monitor Semanal das Eleições – Assessor de Ciro Gomes (PDT) detalha propostas econômicas  

    Nosso monitor de sinais de política econômica destaca as propostas de Mauro Benevides Filho.

  • Market Conditions Index - Financial conditions for Latin America deteriorate in May  

    Financial conditions of the region as a whole deteriorated in the month

  • Índice de Ambiente de Mercado - Condições financeiras para a América Latina pioram em maio  

    As condições financeiras da região como um todo apresentaram piora no mês,

  • Monitor Semanal das Eleições – Quem eram os eleitores de voto branco, nulo e indeciso em 2014?  

    Em 2014, os votos brancos, nulos e indecisos eram de pessoas com perfil diferente dos brancos, nulos e indecisos de hoje.

  • Quais os próximos passos da política monetária no Brasil?  

    Enquanto as incertezas permanecerem o Banco Central deverá manter a taxa selic estável nos patamares atuais.

  • Monitor Semanal das Eleições – Quem são os eleitores de votos brancos/nulos e indecisos?  

    Os votos brancos e nulos são mais concentrados em mulheres, da região nordeste, com ensino fundamental, baixa renda e idade acima de 35 anos.

  • Monitor Semanal das Eleições – Alto percentual de brancos/nulos e indecisos na pesquisa CNT/MDA  

    No cenário sem Lula, nenhum dos principais candidatos cresceu após a saída de Joaquim Barbosa da disputa.

  • Monitor Semanal das Eleições – Joaquim Barbosa (PSB) anuncia que não pretende ser candidato  

    Segue a segunda edição do nosso relatório semanal sobre a eleição de 2018

  • Índice Itaú de Surpresa de Atividade - Surpresas negativas em abril  

    O Índice Itaú de Surpresa de Atividade recuou para -0,24 em abril (ante 0,08 em março)

  • Índice Itaú de Surpresa Inflacionária - Inflação surpreende para baixo na América Latina  

    As principais contribuições de queda no mês vieram da dinâmica de preços no Brasil, México e Colômbia

  • Índice de Ambiente de Mercado - Condições financeiras para a América Latina melhoram em abril  

    As condições financeiras da região como um todo apresentaram melhora no mês.

  • Monitor Semanal das Eleições - Nosso novo relatório semanal sobre eleições  

    Estamos lançando hoje um novo relatório semanal, focado na eleição de 2018

  • O que explica o fraco desempenho do real recentemente?  

    Investigamos se o impacto de uma mudança na Selic no câmbio tende a ser mais intenso quanto menor for o diferencial de juros

  • Índice Itaú de Surpresa de Atividade - Surpresas positivas, ainda que moderadas  

    Um conjunto de dados de atividade mais fortes do que o esperado contribuiu para o aumento do sub-índice mexicano.

  • Índice Itaú de Surpresa Inflacionária - Surpresas balanceadas no Brasil  

    O índice brasileiro andou de lado, com os dados de março vindo praticamente em linha com as expectativas dos analistas.

  • Índice de Ambiente de Mercado - Condições financeiras se deterioram em março  

    No mês de março as condições financeiras da região como um todo se deterioraram na margem

  • Banco Central: questões sobre autonomia e mandato  

    A discussão sobre autonomia do Banco Central do Brasil não é nova, mas voltou à tona nos últimos meses

  • Índice Itaú de Atividade dos Estados  

    Lançamos um índice de atividade econômica para cada estado, que mostra uma recuperação heterogênea em 2017.

  • Índice Itaú de Surpresa Inflacionária - Surpresas de inflação balanceadas em fevereiro  

    O índice recuou para 0,02 em fevereiro e se encontra em patamar neutro

  • Índice Itaú de Surpresa de Atividade - Surpresas seguem balanceadas em fevereiro  

    O índice surpresa do Brasil apresentou poucas mudanças e segue no terreno positivo

  • Índice de Ambiente de Mercado - Condições financeiras se deterioram com volatilidade externa  

    As condições financeiras da região deterioraram na margem, refletindo o evento global de aversão a risco no início do mês

  • Índice Itaú de Surpresa de Atividade - Surpresas balanceadas em janeiro  

    O índice brasileiro ficou positivo, com praticamente todos os dados publicados em janeiro superando as expectativas.

  • Índice Itaú de Surpresa Inflacionária - Positivo, enfim  

    O índice registrou o primeiro valor positivo desde julho de 2016.

  • Índice de Ambiente de Mercado - Melhora significativa do ambiente de mercado em janeiro  

    Crescimento global disseminado com volatilidade baixa impulsiona melhora no ambiente de mercado.

  • Brasil Macro Visual  

    Ambiente global favorável, retomada no Brasil tem se tornado mais disseminada

  • Investimento volta a avançar em novembro  

    Nova série mensal de formação bruta de capital fixo.

  • O que está por trás do aumento do déficit em conta corrente nos próximos anos?  

    Mesmo com a retomada da economia, o déficit em conta corrente continuará em patamar moderado

  • Como ocorreu o ajuste de conta corrente nos países emergentes?  

    A contração da atividade foi relevante para explicar o ajuste em CC no Brasil, Peru, África do Sul, Turquia e Rússia.

  • Índice Itaú de Surpresa Inflacionária - Subindo, mas ainda negativo  

    Os índices de surpresa para a maioria dos países se tornaram menos negativos no último mês de 2017.

  • Índice Itaú de Surpresa de Atividade - Surpresas negativas em toda a América Latina  

    O índice de surpresa recuou para o menor nível desde julho de 2012.

  • Índice de Ambiente de Mercado - Leve alta no ambiente de mercado brasileiro em dezembro  

    O Índice de Ambiente de Mercado Itaú Unibanco subiu de 0,15 para 0,23 em dezembro.

  • Brasil Macro Visual  

    Dados do BC mostram que crédito para PJ começa a se recuperar

  • Novo mapa de calor da indústria: aquecendo  

    Nova metodologia, conclusão similar: indústria está aquecendo

  • O que esperamos do Relatório de Inflação do 4T2017  

    No cenário de mercado, estimamos as projeções de inflação em 2,8% para 2017 e 4,2% para 2018 e 2019.

  • Revisão na série do PIB mensal Itaú Unibanco; queda em outubro  

    Incorporamos dados adicionais ao cômputo do PIB mensal.

  • Índice Itaú de Surpresa de Atividade - Surpresas negativas no México em meio a desastres naturais  

    O impacto dos desastres naturais (furacões e terremotos) sobre a atividade, embora temporário, foi generalizado.

  • Índice Itaú de Surpresa Inflacionária - Retorno das surpresas para baixo no Brasil  

    As surpresas para baixo no Brasil, que vinham moderando nos últimos meses, retornaram em novembro.

  • Índice de Ambiente de Mercado - Ambiente de mercado recua em novembro  

    No Brasil, o Índice de Ambiente de Mercado Itaú Unibanco caiu de 0,41 para 0,17.

  • Brasil Macro Visual  

    A melhora do crescimento global dá sustentação às condições financeiras e é boa notícia para as economias emergentes.

  • Índice Itaú de Surpresa de Atividade - Surpresas balanceadas na América Latina  

    O índice de surpresa do Brasil recuou novamente em outubro, mas os dados mexicanos vieram mais fortes do que o esperado.

  • Índice Itaú de Surpresa Inflacionária - Inflação chilena surpreende para baixo  

    O componente chileno ficou mais negativo, após a menor inflação mensal da série para o mês de setembro ser observada.

  • Índice de Ambiente de Mercado - Ambiente de mercado recua em outubro  

    O Índice de Ambiente de Mercado Itaú Unibanco caiu de 0,54 para 0,36 em outubro.

  • Brasil Macro Visual  

    Apresentamos nosso novo Brasil Macro Visual, contendo uma série de gráficos e tabelas sobre as últimas tendências macroeconômicas

  • Índice Itaú de Surpresa de Atividade - Em queda, mas ainda positivo  

    O subíndice brasileiro recuou, uma vez que os dados do mercado de trabalho vieram em linha com as projeções do mercado.

  • Índice Itaú de Surpresa Inflacionária - Melhor dinâmica de preços no México, mais surpresas positiva  

    O destaque foi a moderação do índice do México, com os dados sugerindo um cenário de inflação mais benigno.

  • Como a criação da TLP impacta a condução da política monetária  

    A TLP deve aumentar substancialmente a eficácia da política monetária.

  • Índice de Ambiente de Mercado - Variáveis financeiras seguem em patamares expansionistas  

    O Índice de Ambiente de Mercado Itaú Unibanco (IAM-IU) caiu de 0,86 para 0,72.

  • O que esperamos do Relatório de Inflação do 3T2017  

    Estimamos quedas na projeção para inflação em 2017 e 2018.

  • Índice Itaú de Surpresa de Atividade - Surpresas positivas disseminadas no Brasil  

    O componente brasileiro foi o único a melhorar em agosto

  • Índice Itaú de Surpresa Inflacionária - Surpresas para cima no México, números ambíguos no Brasil  

    Pós quatro meses consecutivos de queda, o índice surpresa do Brasil subiu em agosto.

  • Índice de Ambiente de Mercado - Condições financeiras mais expansionistas  

    O Índice de Ambiente de Mercado Itaú Unibanco subiu de 0,81 para 0,83 em agosto.

  • Reformas podem levar PIB potencial do Brasil para 3,5%  

    Sem ajustes, o PIB potencial ficaria mais próximo de 1,5%.

  • Reforma política: perguntas e respostas  

    Propostas têm de ser sancionadas até 07 de outubro desse ano para valerem nas próximas eleições.

  • Elevamos a projeção do PIB no 2T17 de -0,2% para 0,0%  

    Revisão incorpora dados de atividade mais fortes em junho

  • Reforma Trabalhista: potenciais impactos  

    A recém-aprovada reforma trabalhista pode ajudar a aumentar a produtividade, a demanda e a oferta de trabalho.

  • Índice Itaú de Surpresa de Atividade - Atividade mais firme no México, surpresas mistas nos demais p  

    Surpresas positivas no México, com a desaceleração se mostrando mais gradual do que o mercado havia antecipado.

  • Índice Itaú de Surpresa Inflacionária - Surpresas para baixo em toda a América Latina  

    O índice de surpresa do Brasil caiu de novo, em meio a uma nova leva de dados de inflação abaixo do esperado.

  • Índice de Ambiente de Mercado - Mais expansionista diante de melhora nas commodities  

    O Índice de Ambiente de Mercado Itaú Unibanco (IAM-IU) subiu de -0,31 para 0,36.

  • Alta do desemprego perto do fim  

    Revisamos a trajetória da taxa de desemprego de nosso cenário.

  • Como o aumento da incerteza afetará os passos futuros da política monetária?  

    Acreditamos que o ambiente econômico seguirá desinflacionário e esperamos que o BC continue reduzindo a Selic

  • Índice Itaú de Surpresa Inflacionária - Inflação continua surpreendendo para baixo na América Latina  

    Dados de inflação vieram abaixo do esperado no Brasil e Peru; os índices mexicanos vieram novamente acima das expectativas.

  • Índice Itaú de Surpresa de Atividade - Surpresas positivas no Brasil, dados decepcionantes nos demai  

    O Índice Itaú de Surpresa de Atividade recuou em junho, devido às surpresas negativas no México, Chile e Peru.

  • Índice de Ambiente de Mercado - Variáveis financeiras no Brasil recuam em junho  

    O movimento foi explicado por uma piora tanto dos preços das commodities como das variáveis financeiras

  • Desaceleração na América Latina: o papel dos fatores externos  

    A maior parte da desaceleração observada na América Latina pode ser atribuída a um cenário externo mais adverso

  • O que esperamos do Relatório de Inflação do 2T2017  

    Esperamos que seja mantido o direcionamento para uma redução moderada do ritmo de flexibilização monetária.

  • Risco-país: até onde pode ir?  

    A manutenção do risco-Brasil em patamares baixos requer continuação das reformas e manutenção do cenário internacional benigno

  • BCE: A delicada estrada para normalização da política monetária  

    Saída simultânea é o caminho mais seguro para contemplar as diferenças idiossincráticas entre os países da Zona do Euro

  • Índice Itaú de Surpresa Inflacionária - Desinflação ampla no Brasil, surpresas para cima no México  

    No Brasil, os índices gerais de preços (IGPs) registraram deflação mensal mais profunda do que esperado.

  • Índice de Ambiente de Mercado - Variáveis financeiras no Brasil apresentam volatilidade em maio  

    O subcomponente de variáveis financeiras do Brasil piorou, apresentando volatilidade em meio a incertezas políticas.

  • Índice Itaú de Surpresa de Atividade - Melhora generalizada das surpresas de atividade  

    O nosso Índice Itaú de Surpresa de Atividade subiu para 0,22 em maio (0,10 em abril) com melhoras em toda a América Latina.

  • Brasil: menos vulnerável a choques  

    O país conta com amortecedores robustos, e por isso, está menos vulnerável a choques, internos e externos.

  • Projetamos crescimento de 1,1% do PIB no 1T17  

    Forte contribuição da produção agropecuária e carrego favorável da produção industrial.

  • A economia brasileira pode crescer com desemprego elevado?  

    É possível que a economia cresça de forma expressiva sem que haja uma recuperação expressiva no nível do emprego.

  • A relação entre confiança e produção industrial continua válida?  

    Há modelos que explicam essa aparente contradição.

  • Índice Itaú de Surpresa Inflacionária - Surpresas inflacionárias menores  

    O Brasil sustenta o índice em terreno negativo, conforme a tendência de desinflação disseminada se estende.

  • Índice de Ambiente de Mercado - Condições de mercado pioram em abril  

    O movimento foi explicado tanto pela queda dos preços das commodities quanto pela piora das variáveis financeiras.

  • Índice Itaú de Surpresa de Atividade - Alteração metodológica de dados no Brasil distorce resultado  

    O Índice Itaú de Surpresa de Atividade subiu para 0,12 em abril, vindo de 0,11 em março

  • Elevamos de 0,5% para 1,4% a projeção do PIB no 1T17  

    O cenário é baseado em forte contribuição da produção agropecuária.

  • França deve permanecer na zona do euro, mesmo que Le Pen vença  

    Impasse politico impediria tentativas de realizer um referendo para saída da UE

  • Reforma da Previdência: regras de transição alternativas  

    Manter uma transição curta para a idade mínima de 65 anos é fundamental para as contas públicas

  • Índice de Ambiente de Mercado - Menos expansionista diante de queda de commodities  

    O ambiente de mercado para Brasil piorou em março, diante da queda dos preços da commodities.

  • Índice Itaú de Surpresa Inflacionária - Inflação em grande parte abaixo das expectativas  

    Fora o México, os dados de inflação reforçaram o contexto desinflacionário em curso.

  • Índice Itaú de Surpresa de Atividade - Sinais mistos em meio a uma recuperação lenta  

    Devido a mudança de metodologia nos dados de Brasil, o desempenho inferior deste mês deve ser interpretado com cautela.

  • O Europopulismo foi interrompido?  

    Europopulismo na Europa pode enfraquecer, mas a situação na Itália preocupa.

  • O que esperamos do Relatório de Inflação do 1T2017  

    O RI deve corroborar os sinais de intensificação do ritmo de relaxamento monetário apontado por documentos recentes do comitê.

  • Qual é o momento de reduzir a meta de inflação?  

    Em junho deste ano, pode estar aberta uma janela de oportunidade para reduzir a meta de inflação brasileira.

  • Índice Itaú de Surpresa de Atividade - Surpresas estáveis e recuperação lenta  

    Nosso Índice Itaú de Surpresa de Atividade recuou de 0,14 em janeiro para 0,03 em fevereiro.

  • Índice Itaú de Surpresa Inflacionária - Surpresas para baixo mais modestas  

    Excluindo o Peru, os países latino-americanos estão apresentando surpresas para baixo mais modestas, ou mesmo positivas.

  • Índice de Ambiente de Mercado - Ambiente de mercado expansionista em fevereiro  

    O IAM-IU ficou praticamente estável em fevereiro, continuando expansionista.

  • Projetamos contração de 0,6% para o PIB do Brasil no 4T16  

    Fundamentos seguem apontando para recuperação à frente

  • Como está a situação fiscal dos municípios?  

    A situação dos municípios é menos preocupante tanto em nível quanto em tendência, em relação ao governo central e aos estados.

  • Índice Itaú de Surpresa de Atividade - Surpresas positivas, mas recuperação lenta  

    A realidade sugere que a atividade na região está aquecendo, mas que a recuperação será mais lenta do que o esperado.

  • Índice Itaú de Surpresa Inflacionária - Inflação segue abaixo das expectativas  

    Seguindo a tendência recente, as pressões inflacionárias continuam recuando no Brasil, na Colômbia e no Chile.

  • E se a meta de inflação for reduzida?  

    Se a política monetária for perfeitamente crível, a redução da meta possibilita inflação e juros nominais mais baixos

  • Índice de Ambiente de Mercado - Forte melhora em janeiro  

    A melhora no mês foi impulsionada tanto pelas variáveis financeiras do Brasil quanto pelos preços das commodities.

  • Alteramos nossa projeção de PIB para 1,0% em 2017  

    PIB deve apresentar novo recuo no 4T16

  • 10 erros comuns sobre a Reforma da Previdência (PEC 287)  

    O problema da Previdência não é contábil, mas estrutural.

  • Índice Itaú de Surpresa de Atividade - Melhora desigual  

    Os resultados foram desiguais entre os países, mas o efeito total foi positivo.

  • Índice Itaú de Surpresa Inflacionária - Inflação continua surpreendendo para baixo  

    As surpresas inflacionárias para baixo têm sido comuns nos países onde a atividade também vem se mostrando mais fraca.

  • Índice de Ambiente de Mercado - Ambiente de mercado volta a piorar em dezembro  

    O Índice de Ambiente de Mercado Itaú Unibanco(IAM-IU) passou de 0,44 em novembro para -0,03.

  • O que esperamos do Relatório de Inflação do 4T2016  

    O RI deve reforçar a comunicação recente da autoridade monetária, que no nosso entender sinaliza um corte de juros de 0,50 p.p. em sua reunião de janeiro.

  • Crise dos estados: diagnóstico e soluções  

    A saída da crise estrutural é o controle de gastos.

  • Perguntas mais frequentes: Reforma da Previdência (PEC 287)  

    A Reforma é necessária, dado o envelhecimento da população brasileira.

  • Índice de Ambiente de Mercado - Incertezas externas levam à piora no ambiente de mercado em novembro  

    O Índice de Ambiente de Mercado Itaú Unibanco passou de 0,75 em outubro para 0,44. Essa piora está relacionada a incertezas externas.

  • Índice Itaú de Surpresa de Atividade - De volta a território negativo  

    O índice tem mostrado um comportamento volátil nos últimos meses.

  • Índice Itaú de Surpresa Inflacionária - Pressões inflacionárias seguem recuando  

    As pressões inflacionárias seguem recuando na maioria das economias da região.

  • Projetamos crescimento do PIB de 1,5% em 2017  

    Estoques devem contribuir positivamente.

  • Estimativas de taxas de câmbio sustentáveis na América Latina  

    Estimamos a taxa de câmbio consistente com déficits em conta corrente sustentáveis no longo prazo na América Latina

  • Projetamos contração de 1,1% para o PIB do Brasil no 3T16  

    Investimento deve voltar a contrair

  • Mapa de calor da produção industrial  

    A análise do mapa de calor reforça que a atividade parou de cair, mas ainda não há sinais claros de retomada.

  • Agenda econômica de Donald Trump  

    Expansão fiscal deve levar o Fed a apertar a política monetária

  • Índice Itaú de Surpresa Inflacionária - Inflação melhor do que o esperado, especialmente no Brasil  

    As pressões inflacionárias estão mais baixas na maioria dos países da região (especialmente no Brasil)

  • Índice Itaú de Surpresa de Atividade - Chile lidera o grupo  

    A recuperação do Chile foi o destaque do mês, enquanto a Colômbia continua ocupando a última posição do ranking.

  • Índice de Ambiente de Mercado - Ambiente de mercado volta a melhorar  

    A melhora foi devido a fatores idiossincráticos ao Brasil que impulsionaram o componente de variáveis financeiras do país.

  • Argentina: Negociações salariais e suas implicações para a política monetária  

    O alcance da meta de inflação em 2017 dependerá fortemente das próximas rodadas de negociações salariais.

  • A desinflação de serviços está em linha com os fundamentos?  

    Avaliamos que a evolução recente da inflação de serviços está em linha com fundamentos econômicos.

  • Perguntas mais frequentes: teto de gastos (PEC 241)  

    O teto de gastos é fundamental para o reequilíbrio das contas públicas e o retorno ao crescimento econômico

  • Índice Itaú de Surpresa Inflacionária - Menor pressão de preços de alimentos na América Latina  

    Choques temporários se dissipando e taxas de câmbio mias estáveis aliviam a inflação.

  • Índice Itaú de Surpresa de Atividade - Dados decepcionam, especialmente na Colômbia  

    As economias sul-americanas continuam apresentando desempenho fraco.

  • Índice de Ambiente de Mercado - Ambiente de mercado mais equilibrado  

    Depois de uma importante valorização no primeiro semestre, os ativos financeiros que compõe o IAM-IU ficaram mais estáveis.

  • O que esperamos do Relatório de Inflação  

    O RI deve apresentar projeções abaixo da meta para 2018, consistente com nosso cenário de queda de juros em outubro

  • Por que o Brasil pode crescer 4% em 2018?  

    Projetamos que o PIB cresça 2,0% em 2017 e 4,0% em 2018. Esse cenário depende crucialmente da aprovação das reformas fiscais.

  • Índice Itaú de Surpresa de Atividade - México lidera o grupo  

    O México é o único país entregando resultados positivos consistentes, enquanto as economias da América do Sul têm decepcionado.

  • Índice de Ambiente de Mercado - Ambiente de mercado continua expansionista em agosto  

    A forte melhora do ambiente de mercado desde abril deste ano sugere um viés para cima para o crescimento do PIB nesse ano.

  • Índice Itaú de Surpresa Inflacionária - Inflação alivia na América Latina  

    O processo de desinflação deve continuar na região devido a atividade econômica fraca e da evolução mais favorável do câmbio.

  • Projetamos contração de 0,6% para o PIB do Brasil no 2T16  

    Esperamos alta do investimento no 2T16

  • Qual é o peso dos fatores internacionais no movimento das moedas?  

    Movimento de apreciação das moedas em 2016 se deve à postura menos restritiva do FED e fatores idiossincráticos de cada país.

  • Índice Itaú de Surpresa LatAm - Julho decepciona após meses mais fortes  

    Os países decepcionaram de maneira geral, com a maioria apresentando deterioração substancial comparado ao mês de junho.

  • Índice de Ambiente de Mercado - Ambiente de mercado menos expansionista, por commodities  

    O ambiente de mercado em patamar expansionista é compatível com o nosso cenário de estabilização do crescimento à frente.

  • Como é a retomada após uma recessão forte?  

    Encontramos que, após a recessão, países emergentes e da América Latina crescem mais rápido do que a média.

  • O Brasil está saindo da recessão?  

    Nossos resultados sugerem que, ainda que o país siga em recessão, há alguns sinais de melhora.

  • Quanto as expectativas de inflação de 2017 podem cair?  

    Acreditamos que, no prazo de 3 meses, os ganhos nas expectativas de 2017 podem ser de 40-50 pontos-base

  • Índice Itaú de Surpresa LatAm - Impulso do México e Brasil  

    Enquanto o índice do México foi influenciado por efeitos de calendário, o Brasil melhorou consideravelmente.

  • Índice de Ambiente de Mercado - Ambiente de mercado segue expansionista apesar de incertezas globais  

    Mesmo comas incertezas globais, o IAM-IU é compatível com a estabilização do crescimento da atividade no 2º semestre desse ano.

  • Teto de gastos pode estabilizar dívida abaixo de 80% do PIB  

    A reforma estrutural é capaz de reverter a deterioração das contas públicas

  • Índice Itaú de Surpresa LatAm - De volta ao neutro  

    México lidera o índice com dados de atividade favoráveis, enquanto o Brasil ocupa a última posição do mês.

  • Índice de Ambiente de Mercado - Ambiente de mercado piora em maio  

    O IAM-IU é compatível com a estabilização do crescimento do PIB a partir do segundo semestre desse ano.

  • Projetamos retração de 0,8% para o PIB do Brasil no 1T16  

    Para a frente, os indicadores antecedentes sugerem uma relativa estabilização a partir do segundo semestre.

  • Índice Itaú de Surpresa LatAm - Performance positiva em abril  

    Exceto o Brasil, países LatAm tiveram desempenho positivo. O Índice tem ficado em grande parte acima de zero desde dez/15.

  • Índice de Ambiente de Mercado - Ambiente de mercado continuou melhorando em abril  

    O ambiente de mercado no Brasil continuou melhorando em abril, impulsionado pelo subcomponente de commodities.

  • O Copometro e as próximas reuniões de política monetária  

    Mostramos que o Copometro é consistente com o nosso cenário de que o BC deve iniciar um ciclo de corte de juros em julho.

  • Índice Itaú de Surpresa LatAm - Próximo ao neutro  

    O índice se estabilizou em território positivo recentemente, após várias surpresas negativas nos últimos dois anos.

  • Índice de Ambiente de Mercado - Melhora intensa do ambiente de mercado em março  

    O IAM-IU é compatível com o IAM-IU é compatível com o nosso cenário de queda de 4,0% do PIB em 2016.

  • Perguntas frequentes: Contas fiscais  

    O relatório sintetiza perguntas frequentes que temos recebido de clientes com relação às contas fiscais.

  • Quais as chances de sua seleção nas eliminatórias para a Copa 2018?  

    Brasil e Uruguai são os mais prováveis. Equador tem sido a surpresa positiva, até agora.

  • Petróleo: Ajuste no segundo semestre  

    Esperamos preços do petróleo em US$ 55 por barril no fim do ano, com fim do excesso de oferta global.

  • Índice Itaú de Surpresa LatAm - Ainda no positivo  

    O índice sustenta um resultado positivo, mas países LatAm continuam ajustando ao cenário de preços mais baixos das commodities.

  • Projetamos contração de 1,8% para o PIB do Brasil no 4T15 e de 3,9% em 2015  

    Para a frente, os dados já divulgados sugerem nova queda no primeiro trimestre deste ano.

  • Índice de Ambiente de Mercado - Ambiente de mercado melhora, mas segue contracionista  

    O IAM-IU é compatível com o nosso cenário de queda de 4,0% do PIB em 2016 e alguma estabilização em horizontes mais longos.

  • Índice Itaú de Surpresa LatAm - Um início positivo para 2016  

    Brasil e México apresentam dados melhores do que o esperado no começo do ano

  • Índice de Ambiente de Mercado - Incertezas externas levam à piora no ambiente de mercado em janeiro  

    Os resultados sugerem um viés de baixa para a nossa projeção de crescimento do PIB de -2,8% em 2016.


      < Voltar