Itaú BBA - Cockpit do Copom: BC sob novo comando, mas Selic deve continuar estável

Macro Brasil

< Voltar

Cockpit do Copom: BC sob novo comando, mas Selic deve continuar estável

Março 15, 2019

Copom deve manter a taxa Selic estável em 6,5% a.a. e mostrar cautela quanto a balanço de riscos para a inflação

Para o relatório completo com gráficos e tabelas, favor acessar o pdf em anexo.
 

• O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) volta a se reunir na semana que vem. As projeções de inflação do Copom para 2019 e 2020 no cenário de mercado (que inclui câmbio e taxa de juros de acordo com a pesquisa Focus) devem recuar ligeiramente na comparação com a reunião de fevereiro. No cenário de referência (que considera câmbio e juros constantes), as projeções de inflação para 2019 e 2020 provavelmente se manterão estáveis, se comparadas com a última reunião do comitê.

• Acreditamos que o Copom manterá a taxa Selic estável em 6,5% a.a. na reunião de março, dadas as projeções de inflação ancoradas em torno das respectivas metas até 2021, em um contexto em que o nível de capacidade ociosa na economia permanece elevado. O comitê deve enfatizar que a condução da política monetária se manterá vigilante e que preservará sua flexibilidade para reagir a desvios com relação ao seu cenário base.

• Não seria surpreendente, dados os discursos recentes de novos membros, que o Copom destaque o quadro de recuperação aquém do esperado da atividade econômica. Apesar disto, entendemos que o comitê continuará sinalizando um balanço de riscos mais assimétrico para o lado inflacionário, já que este quadro pode ser rapidamente alterado, para pior, caso a reforma previdenciária não avance no ritmo e na intensidade esperados. De fato, ainda há incerteza elevada quanto ao tempo de tramitação e quanto ao impacto fiscal da reforma da Previdência quando aprovada, o que sugere a necessidade de cautela quanto ao balanço de riscos para a inflação.
 

Para o relatório completo com gráficos e tabelas, favor acessar o pdf em anexo.



< Voltar