Itaú BBA - Ata do Copom: cautela à frente

Macro Brasil

< Voltar

Ata do Copom: cautela à frente

Junho 23, 2020

A ata do Copom reforça nossa percepção de que a taxa Selic será mantida em seu novo patamar na próxima reunião


Para o relatório completo com gráficos e tabelas, favor acessar o pdf em anexo.
 

• A ata do Copom, a nosso ver, reforça a percepção de que a taxa Selic será mantida em seu novo patamar na próxima reunião e, provavelmente, durante o restante do ano. Onde o texto anterior mencionava "gradualismo", a versão atual indica "cautela". O comitê reconhece que mudanças nas perspectivas de inflação podem levá-lo a rever essa estratégia, mas indica que, neste momento, uma pausa parece o cenário dominante. O Copom observa que os programas de estímulo creditício e de recomposição de renda podem mitigar a recessão, mas também enfatiza suas preocupações com os riscos fiscais. Além disso, o comitê dá continuidade à discussão de um limite inferior para os juros, que é outro motivo de cautela. Esperamos que a Selic termine o ano em seu nível atual, de 2,25% a.a.


Para o relatório completo com gráficos e tabelas, favor acessar o pdf em anexo.



< Voltar