Itaú BBA - Real e moedas pares tem boa performance na semana

Câmbio e Capitais Estrangeiros

< Voltar

Real e moedas pares tem boa performance na semana

Julho 17, 2017

Aprovação da reforma trabalhista no Senado e inflação abaixo do esperado nos EUA beneficiaram o real na semana.

(relatório com gráficos anexo)

Aprovação da reforma trabalhista no Senado e dados dos EUA beneficiam moeda brasileira.

Dados mais fracos de vendas no varejo nos EUA e inflação abaixo do esperado pelo mercado fizeram a moeda americana perder força diante de diversas divisas emergentes. Internamente, a aprovação da reforma trabalhista no Senado também fez o real ganhar força perante o dólar na semana passada. A moeda brasileira terminou a semana cotada a 3,18 reais por dólar, tendo apreciado 3,2% em relação à semana anterior, performance melhor que moedas pares (Gráficos 1, 2, 3 e 4).

Banco Central mantem rolagem dos contratos de swap cambial com vencimento em agosto

A autoridade monetária manteve a rolagem dos contratos de swap cambial com vencimento em agosto, ao ritmo de 8300 contratos por dia, com mais um anunciado para hoje. Se mantiver este ritmo até o final do mês, o BC fará a rolagem integral dos contratos. O estoque de swaps cambiais encontra-se hoje em US$ 28 bi (Gráficos 5 e 6)

Fluxo cambial negativo na primeira semana de julho.

O fluxo cambial foi negativo na semana passada, com saídas de US$ 2,4 bi no financeiro e entradas de US$ 1,2 bi no comercial (Gráficos 7 e 8).

Sem captações no exterior na semana passada.

Nenhuma empresa realizou captações no exterior na semana passada. A emissão de títulos no exterior já soma US$ 16 bi no ano, contra US$ 16,7 bi no mesmo período do ano passado (Gráfico 9 e tabela).

Fluxo estrangeiro ligeiramente negativo em julho.

O fluxo estrangeiro para o mercado acionário está negativo em US$ 72 mi em julho, com saídas de US$ 321 mi no mercado futuro, e entradas de US$ 249 mi no mercado à vista. (Gráfico 10).

Investidores estrangeiros aumentam suas posições em dólar futuro.

Na semana passada, investidores estrangeiros aumentaram em US$ 1,6 bi suas posições vendidas em dólar futuro. Posições de investidores estrangeiros, bancos e investidores institucionais somam US$ 13 bi, US$ 14,8 bi e - US$ 608 mi, respectivamente (Gráficos 11, 12, 13 e 14).


 

 



< Voltar