Ir para menu Ir para conteúdo principal Ir para rodapé

Academia da Governança Agro

Introdução 2ª Estação



    Informativos financeiros pró-forma: o passado “passado” a limpo



    Como boa parte dos negócios agrícolas brasileiros não geram relatórios contábeis, como Demonstrativo de Resultados e Balanço Patrimonial, um primeiro passo para uma apuração clara da situação financeira é gerar esses relatórios “pró-forma”.



Ou seja, se não temos a geração de relatórios baseada em um sistema contábil... fazemos a mão!



    Os relatórios “pró-forma” são montados a partir de informações dispersas e buscam gerar uma posição aproximada da situação financeira do negócio rural.



    Eles podem não ser 100% precisos, porém prestam um grande serviço no entendimento da posição competitiva e financeira em que a empresa se encontra. Desta forma, buscamos montar ao menos dois relatórios: um Demonstrativo de Resultados e um Balanço Patrimonial para uso gerencial.



    O conhecimento dos resultados do ano anterior nos permite, por exemplo:



   •    Avaliar nosso desempenho operacional e comercial do negócio;

   •    Corrigir rumos;

   •    Verificar o potencial competitivo;

   •    Projetar resultados futuros;

   •    Avaliar a eficiência no uso do caixa;

   •    Adequar o endividamento, bem como a capacidade de investir e crescer.



   Portanto, relatórios “montados” para fins gerenciais tem um grande valor, mesmo contendo certas imprecisões. Mas então, de que forma podemos evitar essas imprecisões e o trabalho de montagem manual desses relatórios?



   Através da implantação de Contabilidade em Partidas Dobradas.



   A Contabilidade em Partidas Dobradas depende de realizarmos lançamentos de todos os eventos que envolvem valores, dia após dia, em contas já preparadas para acumular esses eventos conforme sua natureza. E ao final de um período, geramos os relatórios contábeis completos.



   Esses relatórios contábeis completos tendem a induzir consistência, pois têm amarrações naturais entre si: erros ou inconsistências ficam evidentes e demandam investigação, apuração e correções. Outro elemento de amarração natural no sistema contábil vem dos lançamentos serem feitos em partidas dobradas: cada evento é lançado em duas contas - uma conta leva um crédito, enquanto a outra conta leva um débito no mesmo valor.



    Não vamos dar um curso de contabilidade aqui, mas vamos deixar a mensagem que investir em implementar a prática da contabilidade completa, feita em partidas dobradas, para geração de relatórios consistentes, traz um grande beneficio para gestão de eficiência e de riscos.



O produtor pode (e precisa) manter os relatórios de Caixa para seu controle tradicional e sua apuração de imposto de renda, porém deveria completar o jogo de ferramentas de gestão com uma contabilidade gerencial completa, em partidas dobradas!



Qual a diferença entre Caixa e Contabilidade em Partidas Dobradas?





   O Balanço tem dois lados que representam uma fotografia do que a empresa possui e o que ela deve: uma “foto” numa data.





   Em mais detalhes, trata-se de uma “foto datada” dos bens e direitos nos Ativos; e dos deveres e endividamento para com terceiros e para com os donos no Passivo:





   O Demonstrativos de Resultados representa o que se passou durante um período em termos de faturamento e de despesas, chegando no resultado daquele período: trata-se de um “filme”.





   Vamos detalhar cada um dos relatórios para você entender a sua importância, começando pelo Demonstrativo de Resultados.



< Clique aqui para retornar


> Clique aqui para continuar


Introdução Trilha da Governança