Imprensa



20/05/2013

Mulheres usam mais o check-up do Seguro de Vida do Itaú

Fonte: Relações com Imprensa

Serviço inclui consulta e exames; 55% dos atendimentos em 2013 foram para clientela feminina

Clientes mulheres são maioria no uso do check-up preventivo oferecido pelo Seguro de Vida Itaú, representando 55% dos atendimentos realizados neste ano. O serviço disponível, para segurados inclui consulta médica e exames básicos como hemograma, glicemia e colesterol, além de papanicolaou no caso de mulheres. 

Com cerca de 2.000 chamadas por mês na central, o check-up oferecido aos clientes do seguro de vida do Itaú já realizou quase 15 mil atendimentos, entre consultas e exames. Para ter acesso ao serviço, o segurado precisa apenas fazer um telefonema para a central que se encarrega do agendamento da consulta ou exame e, ainda, dispara uma mensagem de SMS lembrando-o do procedimento, se ele assim o desejar.

“Esse benefício foi incorporado ao nosso seguro de vida após pesquisa com clientes e percebemos que eles têm entendido a importância de verificar sua saúde periodicamente”, afirma André Vasco, superintendente de Produtos de Seguros para Pessoa Física do Itaú Unibanco. “Incentivamos que busquem o serviço, pois é interessante que percebam o benefício que está agregado ao seguro”, destaca.

No Itaú, a partir de R$ 40 mensais é possível contratar um seguro de vida e  poder contar com uma indenização para o caso de morte, invalidez por acidente ou diagnóstico de doenças graves, além de usufruir do próprio check-up médico, implantado após pesquisa com clientes. Clientes Itaú Uniclass que contratem o seguro contam com um pacote de benefícios que podem ser aproveitados ao longo da vigência da apólice. E, para clientes Itaú Personnalité, a cobertura do seguro de vida pode chegar a R$ 5 milhões, atendendo à necessidade dessa clientela por maiores valores de indenização.

Além de reformulações no produto, o Itaú também realizou modificações no atendimento ao segurado de vida, com treinamento nas centrais para proporcionar maior empatia com o cliente. “Investimos na humanização das centrais de atendimento, pois entendemos que, quando precisa acionar esse seguro, o cliente passa normalmente por um momento difícil, e nessa hora o acolhimento é essencial para que ele possa lidar com a situação”, completa Vasco.

Veja Também

Não existem elementos anteriores que mostrar

Veja mais