Imprensa



16/09/2013

Itaú inova no uso da mídia de relógios em SP para incentivar uso de bikes

Fonte: Relações com Imprensa

om dicas personalizadas por geolocalização, o banco pretende motivar os paulistanos a trocar o carro pelas “laranjinhas”

O Bike Sampa, projeto de compartilhamento de bicicletas da Prefeitura de São Paulo em parceria com o Itaú e com a Samba/Serttel, contará com comunicação nos relógios de São Paulo para divulgar os locais das estações e provocar uma mudança de comportamento dos paulistanos trocando o carro pela bike. A partir do dia 16 de setembro, 150 relógios da capital, localizados em pontos estratégicos, exibirão mensagens como “Está preso na Brasil? Tem bike na Veneza” e “Fuja do rodizio. Vá de bike”. Ao todo, serão 50 dicas personalizadas por geolocalização e outras 100 genéricas que brincam com os motoristas nos principais corredores da capital. A ação vai ao ar justamente no mês do Dia Mundial Sem Carro, celebrado no dia 22 de setembro, com o objetivo de apoiar o movimento e estimular que as pessoas troquem seus carros por outras alternativas de locomoção, como a bicicleta.

“Já estamos na segunda fase do projeto, e até o momento registramos cerca de 200 mil usuários. Nossa ambição é antecipar o cronograma e, até o final deste ano, colocar na rua todas as 300 estações previstas para o Bike Sampa”, diz Cícero Araújo, diretor de Relações Institucionais do Itaú Unibanco. A iniciativa, que atualmente conta com mais de mil bicicletas distribuídas em 106 estações, prevê até 2014 o compartilhamento de três mil “laranjinhas”, como são popularmente conhecidas. O Bike Sampa é uma continuidade do bem-sucedido Bike Rio, iniciado pelo Itaú Unibanco em outubro de 2011 na capital carioca, também em parceria com a Samba/Serttel.

“Investimos em ideias que mudam o mundo das pessoas. Quanto mais pessoas trocam o carro pela bike, o trânsito muda. Muda também a saúde e o humor das pessoas. Investir em ideias sustentáveis é uma forma de mudar o mundo das pessoas. E é por isso que apoiamos e investimos neste projeto”, diz Cícero Araújo. As bicicletas ficam disponíveis para a população em bases separadas por até um quilômetro de distância para facilitar a integração do ciclista às outras modalidades de transporte público, além de valorizar a mobilidade urbana e a bicicleta. O projeto funciona todos os dias da semana, da 6h às 22h. Para usá-lo é preciso preencher um cadastro pelo site  www.movesamba.com.br.

Veja Também

Não existem elementos anteriores que mostrar

Veja mais