Imprensa



13/06/2013

Itaú e Prefeitura de Campinas testam projeto de segurança

Fonte: Relações com Imprensa

Imagens de oito câmeras de vigilância de três agências são compartilhadas com o Centro de Monitoramento Integrado da cidade. Em breve, as 74 agências do município devem estar conectadas

O Itaú Unibanco e a Prefeitura de Campinas estão testando um projeto que busca melhorar a segurança da cidade. Hoje, as imagens de oito câmeras externas de vigilância de três agências são compartilhadas com o Centro de Monitoramento Integrado de Campinas (CIMCamp), ampliando o monitoramento das ruas. As imagens divididas pela instituição estarão disponíveis para a central 24h por dia, durante os sete dias da semana. Em breve, as 74 agências do banco no município devem estar conectadas.

“A segurança de colaboradores, clientes e da sociedade é uma preocupação constante do Itaú Unibanco. Identificamos uma oportunidade de contribuir e, por isso, fizemos essa proposta à prefeitura”, afirma Waldemar dos Santos, superintendente de Segurança de Agências da instituição. “Nossa intenção é colaborar de maneira concreta para a redução da criminalidade em Campinas”.

A central reúne em um só espaço representantes da Guarda Municipal, da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (EMDEC), do SAMU, de Serviços Técnicos Gerais (Setec) e da Defesa Civil. Com a ação integrada destes órgãos e o trabalho conjunto com as polícias militar e civil, o corpo de bombeiros e a rede hospitalar, a CIMCamp permite a tomada de atitudes preventivas ou emergenciais diante das mais diversas ocorrências. Isso só é possível por causa do acompanhamento em tempo real do dia a dia da cidade por meio do monitoramento por câmeras, radares, agentes em campo e informações recebidas pela central telefônica.

“A central está em permanente evolução e, desde sua concepção, foi estruturada para abrigar vários departamentos e parcerias em conjunto, de forma que as informações geradas fossem aproveitadas da melhor maneira possível”, explica Nelson Cayres, diretor do CIMCamp. “Esse trabalho permite resposta rápida em ações como furtos e acidentes de trânsito, por exemplo”.

Veja Também

Não existem elementos anteriores que mostrar

Veja mais