Sem sugestões de pesquisa. Aperte TAB para acessar os mais buscados

entenda o auxílio

O Auxílio Emergencial 2021 é um benefício do Governo Federal destinado às mesmas pessoas que receberam o auxílio no ano anterior, aos trabalhadores informaismicroempreendedores individuais (MEI)autônomos ou quem perdeu o emprego, e tem como objetivo fornecer proteção emergencial durante a crise causada pelo Coronavírus - COVID 19 .

O valor do auxílio varia de R$ 150,00 a R$ 375,00 mensais, de acordo com os seguintes critérios que devem ser atendidos durante todo o período de recebimento das parcelas:

•  Se afamília for unipessoal (p.ex. pessoa que mora sozinha), o benefício é de R$ 150,00 por mês;

•  Se a família for composta por mais de uma pessoa, o benefício é de R$ 250,00 por mês;

•  Se a família for chefiada por mulher sem cônjuge ou companheiro, com pelo menos uma pessoa menor de dezoito anos de idade receberá, mensalmente, R$ 375,00.

como faço para receber o auxílio em minha conta do Itaú?

Os valores do Auxílio Emergencial 2021 serão creditados na conta poupança digital da CAIXA, e podem ser movimentados pelo aplicativo CAIXA Tem. Para usar o valor no Itaú basta acessar o aplicativo Caixa Tem, na página inicial encontre a aba Auxílio Emergencial e siga as instruções para realizar a transferência.

Após a transferência, o valor será creditado em sua poupança indicada ou na poupança vinculada à sua conta corrente, assim o valor fica livre para você movimentá-lo como preferir.

 

Atenção: caso você escolha transferir o valor que está no Itaú, da poupança para uma conta corrente de sua titularidade, ele poderá ser utilizado para pagamento de cheque especial ou de outros débitos.

como será feito o pagamento em minha conta?


Por determinação do Governo Federal, as pessoas aprovadas para receber o Auxílio Emergencial 2021, receberão os valores em um primeiro momento na poupança digital da CAIXA.

Conforme o mês de seu aniversário, você poderá transferir o saldo remanescente dessa conta poupança social para sua conta no Itaú, acessando o aplicativo Caixa Tem. Na página inicial encontre a aba Auxílio Emergencial e siga as instruções para realizar a transferência.

 

Atenção: caso você escolha transferir o valor que está no Itaú, da poupança para uma conta corrente de sua titularidade, ele poderá ser utilizado para pagamento de cheque especial ou de outros débitos.

Microempreendedora MEI em sua cafeteria colocando lanches em uma vitrine estufa para salgados.
Trabalhadora MEI sentada dentro de sua loja e usando um computador.

como saber a data do pagamento do auxílio?


Os pagamentos ocorrem de acordo com o calendário definido pelo Governo Federal. Confira os períodos de disponibilização do benefício na Poupança Social da Caixa Econômica Federal e da disponibilização dos valores para saque e transferências.

 

Para mais informações, veja a tabela com as datas abaixo ou acesse o site da Caixa.

calendário de pagamento do Auxílio Emergencial

  Nascimento em:       Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez
Ciclo 1 Poupança Social 06/abr 09/abr 11/abr 13/abr 15/abr 18/abr 20/abr 22/abr 25/abr 27/abr 28/abr 29/abr
  Saque / Transferência do valor 30/abr 03/mai 04/mai 05/mai 06/mai 07/mai 10/mai 11/mai 12/mai 13/mai 14/mai 17/mai
                           
Ciclo 2 Poupança Social 16/mai 18/mai 19/mai 20/mai 21/mai 22/mai 23/mai 25/mai 26/mai 27/mai 28/mai 30/mai
  Saque / Transferência do valor 31/mai 01/jun 02/jun 04/jun 08/jun 09/jun 10/jun 11/jun 14/jun 15/jun 16/jun 17/jun
                           
Ciclo 3 Poupança Social 18/jun 19/jun 20/jun 22/jun 23/jun 24/jun 25/jun 26/jun 27/jun 29/jun 30/jun 30/jun
  Saque / Transferência do valor 01/jul 02/jul 05/jul 06/jul 08/jul 09/jul 12/jul 13/jul 14/jul 15/jul 16/jul 19/jul
                           
Ciclo 4 Poupança Social 17/jul 18/jul 20/jul 21/jul 22/jul 23/jul 24/jul 25/jul 27/jul 28/jul 29/jul 30/jul
  Saque / Transferência do valor 02/ago 03/ago 04/ago 05/ago 09/ago 10/ago 11/ago 12/ago 13/ago 16/ago 17/ago 18/ago
                           
Ciclo 5 Poupança Social 20/ago 21/ago 21/ago 22/ago 24/ago 25/ago 26/ago 27/ago 28/ago 28/ago 29/ago 31/ago
  Saque / Transferência do valor 01/set 02/set 03/set 06/set 09/set 10/set 13/set 14/set 15/set 16/set 17/set 20/set
                           
Ciclo 6 Poupança Social 21/set 22/set 23/set 24/set 25/set 26/set 28/set 29/set 30/set 01/out 02/out 03/out
  Saque / Transferência do valor 04/out 05/out 05/out 06/out 08/out 11/out 13/out 14/out 15/out 18/out 19/out 19/out
                           
Ciclo 7 Poupança Social 20/out 21/out 22/out 23/out 23/out 26/out 27/out 28/out 29/out 30/out 30/out 31/out
  Saque / Transferência do valor 01/nov 03/nov 04/nov 05/nov 09/nov 10/nov 11/nov 12/nov 16/nov 17/nov 18/nov 19/nov

como utilizar o valor que foi creditado na conta poupança Itaú?

Além das transações normais de consultas, você pode movimentar os valores da poupança da seguinte forma:

• É possível transferir qualquer valor via app para a conta corrente. É simples, rápido, seguro e sem cobrança de tarifas;
• Ou também transferir para outras contas do Itaú.

Nesse momento, reforçamos que não é necessário ir até uma agência para utilizar o valor do auxílio. Caso seja necessário, você pode sacar o valor nos caixas eletrônicos Itaú, Banco 24Horas com o seu cartão de débito.

Importante:
 se optar por transferir para uma conta corrente com saldo negativo ou com débitos programados, o valor pode ser utilizado para pagamento dessas pendências. Consulte seu saldo e débitos programados e considere deixar seu auxílio reservado na poupança.

cliente Itaú em uma casa usando o celular e sorrindo
cliente Itaú em sua casa usando o notebook e escrevendo em um caderno

é bom saber

Em momentos de incertezas e de aperto financeiro, o benefício emergencial pode apoiá-lo nas compras primárias e de extrema necessidade, assim como pagamentos de contas, renegociação de dívidas e construção de uma reserva de emergência.

Conte com a gente: nosso time está à disposição nos canais digitais para ajudar você com eventuais dúvidas. 

ainda tem dúvidas?

Confira aqui as principais orientações sobre o recebimento do auxílio e como você pode acessá-lo pelo Itaú.

Se você recebeu o Auxílio Emergencial e também teve rendimentos tributáveis em valor acima de R$ 22.847,76 em 2020, sem contar o Auxílio, você deverá apresentar a Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda Pessoa Física 2021 – ano base 2020 e deverá devolver o valor do Auxílio Emergencial. A obrigação de devolução do Auxílio Emergencial, prevista no § 2º - B do art. 2º da Lei nº 13.982, de 2020, se aplica também a dependentes incluídos na declaração do Imposto de Renda que tenham recebido o benefício. Para mais informações acesse o site do Ministério da Cidanina. 

Os valores do Auxílio Emergencial 2021 serão creditados na conta poupança digital da CAIXA, e podem movimentados pelo aplicativo CAIXA Tem. Para usar o valor no Itaú basta acessar o aplicativo Caixa Tem, na página inicial encontre a aba Auxílio Emergencial e siga as instruções para realizar a transferência.

Após a transferência, o valor será creditado em sua poupança indicada ou na poupança vinculada à sua conta corrente, assim o valor fica livre para você movimentá-lo como preferir.

Atenção: caso você escolha transferir o valor que está no Itaú, da poupança para uma conta corrente de sua titularidade, ele poderá ser utilizado para pagamento de cheque especial ou de outros débitos.

Para receber o benefício você precisa ter os pré-requisitos abaixo:

• Ser maior de 18 anos, exceto no caso de mães adolescentes;

• Não ter emprego formal (com carteira assinada);

• Não receber benefício assistencial ou previdencial, seguro-desemprego, ou fazer parte de qualquer outro programa de transferência de renda do governo (exceto o Bolsa Família e Abono-Salarial PIS/PASEP);

• Ter renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo ou renda mensal familiar de até três salários mínimos;

•Ser residente no país;

• Não ter recebido mais de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis em 2019 – ou seja, ser isento da declaração do IR;

• Não ter recebido mais de R$ 40.000,00 em rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte no ano de 2019;

• Tinha menos de R$ 300.000,00, atéo dia 31 de dezembro de 2019, como posse ou propriedade de bens ou direitos;

• Não ter sido incluído, no ano de 2019, como dependente de declarante do Imposto sobre a Renda de Pessoa Física, na condição de: a) cônjuge; b) companheiro com o qual o contribuinte tenha filho ou com o qual conviva há mais de 5 (cinco) anos; ou c) filho ou enteado com menos de vinte e um anos de idade; ou com menos de vinte e quatro anos de idade que esteja matriculado em estabelecimento de ensino superior ou de ensino técnico de nível médio;

• Não esteja preso em regime fechado ou tenha seu CPF vinculado, como instituidor, à concessão de auxílio-reclusão de que trata o art. 80 da Lei nº 8.213, de 1991;

• Não possua indicativo de óbito nas bases de dados do Governo Federal ou tenha seu CPF vinculado, como instituidor, à concessão de pensão por morte de qualquer natureza;

• Não estar com o Auxílio Emergencial ou a extensão do Auxílio Emergencial cancelado no momento da avaliação de elegibilidade do Auxílio Emergencial 2021;

• Não ter movimentado os valores disponibilizados na conta de depósito do Bolsa Família, ou na poupança digital aberta, relativos ao Auxílio Emergencial previsto na Lei nº 13.982/2020;

• Não ser estagiário, residente médico ou residente multiprofissional, beneficiário de bolsa de estudo da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – Capes, do Programa Permanência do Ministério da Educação – MEC, de bolsas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPQ e de outras bolsas de estudo concedidas em nível municipal, estadual ou federal.

Também é preciso se encaixar em pelo menos um desses critérios:

• Ser trabalhador informal inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico);

• Exercer atividade na condição de microempreendedor individual (MEI)

• Ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS)

• Fazer parte de uma das categorias: agricultores familiares, caminhoneiros, diaristas, garçons, catadores de recicláveis, manicures, camelôs, artistas, pescadores e taxistas.

O cadastro no site/App não garante o recebimento do benefício. Após esta etapa, será realizada uma validação de elegibilidade pelo Governo Federal, conforme critérios do programa emergencial. E se aprovado, a Caixa Econômica Federal é responsável pelo envio do valor para a conta que você indicou, conforme cronograma de pagamentos do Governo Federal.

Para mais informações, acesse: https://auxilio.caixa.gov.br/#/inicio

Além disso, caso tenha havido algum erro nas informações da conta ou caso você indique uma conta bloqueada totalmente ou uma conta de pessoa jurídica, a transferência será devolvida para a Caixa Econômica Federal. Nessa situação, você deverá procurar a Caixa Econômica Federal no próximo dia útil.

A transferência do valor será recusada e devolvida para a Caixa Econômica Federal se você indicar uma conta Itaú nas seguintes situações:

•Conta que não seja de sua titularidade;

•Conta Pessoa Jurídica, já que somente contas de pessoas físicas podem ser indicadas;

•Contas com bloqueio judicial total

•Outros motivos de rejeição de DOC usuais, como por exemplo: Divergência de Titularidade, Dados incorretos, Contas bloqueadas/ encerradas, etc.

Confira os dados da sua conta antes de preencher o cadastro e, caso não receba o valor no prazo, procure a Caixa Econômica Federal.

O valor ficará disponível para utilização no primeiro dia útil posterior ao envio do valor pela Caixa Econômica Federal. 

Se você indicou uma conta poupança, você pode consultar o valor do benefício na página inicial do acesso a sua conta pela internet ou pelo aplicativo Itaú na rota Serviços > Investimentos > Poupança > detalhar.

Se você indicou uma conta corrente, o valor estará na conta poupança vinculada e você pode consultar o recebimento do benefício pela internet na rota: Menu > Poupança > Posição consolidada ou pelo aplicativo: Serviços > Investimentos > Poupança > detalhar.

O benefício aparecerá no seu extrato como “DOC AUX GOV EMER” ou “AUX1GOV EMER”.

Sim, no cadastramento junto à Caixa Econômica Federal você poderá indicar uma conta conjunta em que você seja um dos titulares para recebimento do auxílio.

  Nascimento em:       Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez
Ciclo 1 Popuança Social 06/abr 09/abr 11/abr 13/abr 15/abr 18/abr 20/abr 22/abr 25/abr 27/abr 29/abr 30/abr
  Saque / Transferência do valor 04/mai 06/mai 10/mai 12/mai 14/mai 18/mai 20/mai 21/mai 25/mai 27/mai 01/jun 04/jun
                           
Ciclo 2 Popuança Social 16/mai 19/mai 23/mai 26/mai 28/mai 30/mai 02/jun 06/jun 09/jun 11/jun 13/jun 16/jun
  Saque / Transferência do valor 08/jun 10/jun 15/jun 17/jun 18/jun 22/jun 24/jun 29/jun 01/jul 02/jul 05/jul 08/jul
                           
Ciclo 3 Popuança Social 20/jun 23/jun 25/jun 27/jun 30/jun 04/jul 06/jul 09/jul 11/jul 14/jul 18/jul 21/jul
  Saque / Transferência do valor 13/jul 15/jul 16/jul 20/jul 22/jul 27/jul 29/jul 30/jul 04/ago 06/ago 10/ago 12/ago
                           
Ciclo 4 Popuança Social 23/jul 25/jul 28/jul 01/ago 03/ago 05/ago 08/ago 11/ago 15/ago 18/ago 20/ago 22/ago
  Saque / Transferência do valor 13/ago 17/ago 19/ago 23/ago 25/ago 27/ago 30/ago 01/set 03/set 06/set 08/set 10/set