Sem sugestões de pesquisa. Aperte TAB para acessar os mais buscados

Recalculando a rota em momentos instáveis

25/11/2020 - 5 min de leitura


ilustração de uma pessoa sentada mexendo no celular ilustração de uma pessoa sentada mexendo no celular

2020 foi um ano atípico, principalmente pra quem empreende. As situações adversas pegaram todo mundo de surpresa e tivemos que nos adaptar e reinventar de uma hora pra outra.

O cenário ainda é de instabilidade, mas fins de ano sempre são uma boa oportunidade para vender mais, por conta das datas comemorativas que aquecem a economia. Confira as dicas que preparamos para você melhorar a sua estrutura de vendas e aproveitar essa oportunidade!

 

Comece preparando novidades!

Adapte seus produtos/serviços: analise se seu produto/serviço merece readequações para o fim de ano. Pense em embalagens diferentes, crie kits, estude opções de promoções, vale-presentes etc. Faça as contas e analise em quais tipos de ações você consegue uma maior lucratividade.

Amplie seu contato com os clientes: para facilitar a comunicação, tirar dúvidas e até realizar compras, use os canais em que seu cliente mais utiliza. As redes sociais, sites e o WhatsApp estão tendo muita importância nos negócios durante a pandemia e tudo indica que vão continuar em alta.

Disponibilize novos meios que facilitem o pagamento: use os próximos meses para implementar soluções que facilitem a compra, principalmente à distância. Estude as opções de pagamento por link, via transferência, boleto on-line, pagamento por dispositivo móvel, via celular como o iti do Itaú, que realiza diversas transações via aplicativo entre empresas e clientes (saiba mais aqui), e até o novo PIX , disponibilizado pelo Banco Central, que permite transações e pagamentos todos os dias e a qualquer hora, diferente de TED e DOC.

Melhore a entrega: muitos clientes vão preferir receber em casa, em segurança ou passar apenas para retirar o produto. Crie ou amplie a opção de delivery ou postagem rápida. Uma boa alternativa para cortar custos é concentrar as entregas em dias específicos. Aposte também no frete grátis, criando pacotes que permitam isso, como o “nas compras acima de R$ X o frete é grátis”. Consumidor costuma ver vantagem na gratuidade da entrega, mesmo que precise comprar um pouco a mais para isso.

 

Foque no digital!

Esse ano as compras de fim de ano serão bem diferentes. É muito provável que boa parte do consumidor compre seus itens e presentes on-line.

Segundo a ABCOM, Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, até abril, o comércio on-line teve um crescimento de 180%. Outro dado que representa esse crescimento é que, a cada minuto, 1 nova loja virtual é aberta no Brasil.

Tudo isso mostra como o mercado digital está aquecido e se tornou essencial para as vendas.

 

Dicas para melhorar as vendas online

Tenha uma equipe específica: você precisará de pessoas treinadas para monitorar suas vendas e responder ao cliente de maneira rápida.

Seja próximo e mostre segurança: o digital reduziu a distância entre o cliente e você, e também a paciência dele. Seja rápido para tirar dúvidas, receber pedidos, realizar a venda e resolver problemas. O on-line ainda gera insegurança para muitas pessoas. Se você não mostrar segurança e comprometimento, ele procurará seu concorrente num clique.

Ofereça conteúdo: crie assuntos para atrair público ao seu site e redes sociais. Se for alimentícia, por exemplo, ofereça receitas ou dicas para as festas e inclua seus produtos em todos os conteúdos. Bons conteúdos aumentam a confiança do cliente na sua empresa, por isso, fique atento à escrita dos conteúdos (como nas legendas de suas redes sociais) e também à estética, no caso de fotografias e artes gráficas.

Aumente seu relacionamento com seu lead: lead é o público que mostrou interesse pelo seu produto ou conteúdo, e é com quem você precisa manter contato. Muitas empresas oferecem mimos, como e-books, voucher de desconto etc. para quem deixa e-mail ou telefone. Com isso, você consegue enviar e-mail marketing ou SMS sempre que tiver uma novidade.

Abuse dos canais: redes sociais e apps vieram para ficar quando o assunto é venda. Para se ter uma ideia, 25 milhões de perfis no Instagram são comerciais e muitos com e-commerce. E esse número não para de crescer. Assim como a rede social, muitas pessoas utilizam o WhatsApp para receber pedidos e se comunicar com clientes.

Se prepare para a Black Friday e o Natal, pois são datas importantes no calendário do varejo e que terão um significado diferente para presentear pessoas queridas e que não podem ter contato pela pandemia.É importante que as suas ações e estruturas de vendas estejam prontas. Além de monitorar o que funciona no seu plano, ainda terá tempo para acertar detalhes de ações que não tiveram o retorno esperado.

Avalie as possibilidades de inovações e utilize as ferramentas digitais para conseguir o máximo de retorno possível nesse período.

E lembre-se: repensar suas ações e soluções deve ser um hábito constante e não apenas no fim do ano!