Dicas de como usar o 13º salário

23/11/2020 - 5 min de leitura


ilustração de um homem comemorando e mexendo no celular ilustração de um homem comemorando e mexendo no celular

O 13º salário costuma ser um momento esperado por quem é contratado no regime CLT. Os períodos variam, mas em geral as pessoas o recebem no final do ano. Esse é um dinheiro que pode contribuir para dar fôlego às contas, mas se o uso não for bem planejado, pode ser gasto com coisas pouco prioritárias, especialmente pela sensação de “dinheiro a mais”.

Ao receber o 13º, é interessante fazer algumas reflexões:

 

Qual é o meu momento atual?

 

Endividado: o excesso de dívidas pode deixar as contas apertadas e as contas em atraso tiram o sono. Para quem está nessa situação, é importante avaliar se alguma dívida por ser quitada ou reduzida com esse valor. Aqui vale lembrar de priorizar as contas de serviços essenciais, como luz, internet, água, moradia, etc, se for caso, e também as contas de juros mais altos, que serão mais caras se ficarem em atraso.

Tenho compromissos financeiros, mas estou no azul: nesse caso, começar uma reserva de emergências pode ser um bom destino para esse dinheiro. A ideia é que essa reserva ajude a lidar com imprevistos sem prejudicar suas contas. O ideal é que corresponda de 3 a 6 vezes o valor de gastos mensais.

Tudo em ordem e tenho planos ou vontade de investir: incrementar suas reservas ou facilitar a realização de um sonho pode ser interessante.

 

 

Quais são meus planos para o final de ano?

O final do ano sempre vem acompanhado de uma série de celebrações, trocas de presentes e visitas a amigos e familiares. Nesse caso, o 13º pode facilitar as compras desse período.

O cuidado mais importante ao usar o 13º para os gastos de final de ano é tentar poupar uma parte do dinheiro para usar com outras necessidades em períodos diferentes.

Além disso, as comemorações de final de ano precisam vir acompanhadas de uma boa dose de reflexão e cuidado nas compras. Dá para aproveitar o período sem se endividar ou ficar apertado.

Cuidado com a sensação de “dinheiro extra”: o 13º faz parte da sua renda anual, por isso é importante usá-lo com coisas importantes para sua vida, como planos ou reorganização.

 

Como está meu planejamento financeiro para 2021?

Os gastos de início de ano precisam de atenção. IPTU, IPVA, matrículas, materiais escolares, entre outras coisas, podem exigir mais organização.

Além de decidir como usar seu 13º, considerar as despesas de início de ano te ajudam a se planejar para as despesas de final de ano também.

Para acompanhar para onde seu dinheiro está indo no ano inteiro, clientes do Itaú podem contar com o Minhas Finanças. Ele te ajuda de uma maneira descomplicada a manter a casa em ordem ;)

Se esse texto te ajudou a dar o primeiro passo a pensar em como usar o seu 13º, compartilhe em suas redes pra ajudar a outras pessoas também!